Veja como os alimentos auxiliam em um bom bronzeamento

31
Google Imagens

Verão é tempo de praia, piscina e muito sol. Quem adora ficar bronzeado precisa tomar alguns cuidados com relação à proteção e ao horário de exposição, e pode também dar uma forcinha para ganhar uma cor bacana comendo alimentos ricos em caroteno, substância que aumenta a formação da tirosina, pigmento que acelera a produção de melanina, responsável pelo bronzeamento da pele.

No prato

Na hora das refeições, e mesmo quando bater aquela fominha fora de hora, opte por alimentos com grande concentração de caroteno. Os amarelos, como a cenoura, a manga, o mamão, a laranja e a abóbora, são os campeões, mas as frutas e legumes vermelhos, como beterraba, acerola e tomate, também possuem generosas doses dessa substância.

Folhas verdes escuras, como couve, agrião, rúcula e espinafre, também devem fazer parte da dieta.

Para conseguir o efeito esperado, prefira os alimentos crus e consuma-os em grandes quantidades – três cenouras ou um mamão papaia diariamente – durante a exposição solar e cerca de um mês antes de iniciar seu bronzeamento. É que, assim como o sol, o caroteno tem efeito cumulativo.

Uma boa dica para avaliar se a ingestão dos alimentos coloridos está sendo suficiente é verificar se as palmas das mãos estão levemente amareladas, um dos sinais da carotenemia.

Imagem Divulgação

Além da comida, você pode tomar cápsulas de 50 a 200mg de betacaroteno receitadas pelo seu médico. E, para manter a saúde da pele, inclua ainda no cardápio alimentos ricos em vitamina A, E e especialmente C (acerola, limão, kiwi, laranja), que ajudam a proteger as células da ação dos radicais livres, responsáveis pelo envelhecimento.

Proteja-se!

Para garantir um bronzeamento bonito e duradouro, é necessário evitar a exposição ao sol das 10h às 16h. Não é preciso voltar para casa e se esconder. Neste período, proteja-se debaixo de uma barraca ou em um quiosque.

E não se esqueça: tome bastante líquido para manter-se hidratado e reaplique o filtro solar a cada duas horas. Quem tem pele clara, deve usar um produto com fator de proteção solar (FPS) de no mínimo 30 e, para as pessoas morenas, FPS 15. Dê atenção especial às regiões do rosto, nuca e orelhas, que são mais sensíveis. Para quem tem a pele muito branca e sensível, o ideal é usar filtros com fatores de proteção solar maior que 50 – e usar chapéus e bonés para proteger o rosto.

Seguindo estes cuidados, qualquer pessoa pode tomar sol tranquilamente, sem medo de sofrer com as consequências da exposição excessiva e desregrada, que causa manchas e até câncer de pele. Fique de olho!

FONTE: JnJ Brasil