Novo Ford EcoSport será vendido em setembro

111

Ford EcoSport tem a mesma plataforma do New Fiesta e duas opções de motores: 1.6 e 2.0

Imagem Divulgação

Quem já ocupou o primeiro lugar não se acostuma fácil com o segundo degrau do pódio. Foi o que aconteceu com o Ford EcoSport, que fechou 2011 liderando a primeira posição entre os SUVs mais vendidos do Brasil e teve que assistir seu rival Renault Duster (lançado em outubro do ano passado) ganhar mercado, conquistando o título de mais comercializado da categoria no primeiro semestre de 2012, segundo a Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição dos Veículos Automotores). A montadora americana deixou clara a sua preocupação e, desde o início do ano, organizou diversos eventos para mostrar um pouco do carro, muito antes de ele ser lançado oficialmente, como uma maneira de tentar convencer o consumidor de que valeria a pena esperar pela novidade. E eis que acaba a mistério. A marca apresentou neste final de semana (04 e 05) a segunda geração do jipinho e anunciou o começo das vendas para setembro.

Imagem Divulgação

De acordo com a Ford, EcoSport vai concorrer com Renault Duster, VW Cross Fox, Fiat Palio Adventure, Honda Fit

A plataforma é a mesma do New Fiesta, assim como o motor Sigma 1.6 Flex, que agora também está disponível na versão de entrada do SUV, que parte de R$ 53.490. A outra opção de propulsor é o Duratec 2.0, que também pode ser abastecido com álcool ou gasolina e tem preço inicial de R$ 62.490.

Imagem Divulgação

SUV manteve o estepe na tampa do porta-malas

São quatro versões de acabamento: S, SE, Freestyle e Titanium, todas com câmbio manual de cinco marchas. A montadora promete apresentar em outubro, no Salão Internacional de São Paulo, em São Paulo, o modelo com transmissão automática. Já a chegada do SUV 4×4 está prevista somente para o final do ano.

A competição com o Duster, em termos de preço, deixa o SUV da Renault em vantagem, já que a versão de entrada do modelo francês custa R$ 48.170 (R$ 5.320 a menos do que o EcoSport). Porém, em relação à potência, os dois carros conversam de igual para igual: 115 cavalos na configuração 1.6. Já com o motor 2.0, o EcoSport ganha por 5 cv a mais em relação ao concorrente e traz 147 cv. Com esta motorização, o jipinho desenvolve torque de 19,68 kgfm, enquanto o 1.6 gera 15,90 kgfm.

Imagem Divulgação

Retrovisor está preso na porta do carro

Se o EcoSport perde para o Duster em preço, ele ganha em estilo e segurança. O carro de entrada da Ford traz air bag duplo e freios ABS, além dos itens que o rival também traz, como ar condicionado, trava e vidros dianteiros elétricos. A marca não divulga qual é sua expectativa de venda para o modelo, mas estima que a Freestyle deverá ser a mais vendida. Esta configuração vem, além dos equipamentos citados acima, com rodas de liga leve de 16 polegadas, faróis de neblina, sensor de estacionamento, assistente de partida em rampa e controle eletrônico de estabilidade e tração, por R$ 59.990. Para acrescentar banco de couro e air bags laterais e de cortina nesta configuração o consumidor terá que pagar R$ 3.700 a mais.

Imagem Divulgação

Segundo a fabricante, preço das revisões ficará 7,5% mais barata do que a geração anterior
Dirigindo o EcoSport – A reportagem do ZAP Carros pôde avaliar tanto o modelo 1.6 quanto o 2.0, nas versões Freestyle e Titanium, respectivamente, e ambas agradaram. Apesar da caixa de transmissão estar um pouco dura na unidade 2.0 que foi testada, o motor respondeu bem aos comandos do motorista, assim como na configuração 1.6.

Sim, a versão 2.0 oferece melhores retomadas, mas o 1.6 também respondeu muito bem ao acelerador. A configuração com menor motor, de acordo com a Ford, gera 80% do torque a 2.200 rpm, ou seja, ele entrega muita força em baixas rotações. Além disso, ele é mais econômico, o que justifica a escolha pelo modelo 1.6. A montadora divulgou somente o consumo do EcoSport 1.6, que em trecho urbano é de 7,0 km/l (abastecido a álcool) e 12,4 km/l (a gasolina). Já na estrada, a promessa é de que ele faça 8,4 km/l (álcool) e 12,2 km/l (gasolina).

O interior do SUV faz par com o design exterior. As linhas do painel são bem marcadas, mas a montadora ainda tem muito o que melhorar em relação ao acabamento. Foi possível encontrar rebarbas nos dois carros testados e o teto de ambas se mostrou bastante frágil ao toque. O compartimento para guardar óculos também passou a impressão de que estava mal encaixado, o que também pôde ser verificado em outros detalhes de finalização da porta. No entanto, o material utilizado no painel é de boa qualidade e o ar-condicionado, apesar de um pouco barulhento, funciona muito bem.

Imagem Divulgação

Maçaneta do porta-malas está integrada na lanterna traseira direita

Quanto à direção, só há elogios. O motorista encontra uma posição adequada facilmente com a ajuda do ajuste manual de altura do banco e volante. A direção elétrica, presente em todas as versões do EcoSport, é uma grande vantagem em relação ao Duster. A manobra fica muito mais fácil e ela oferece muito mais prazer ao dirigir.

Imagem Divulgação

Versão topo de linha, a Titanium, tem sistema key less, que permite acesso ao carro e partida sem chave
As versões testadas trazem controle eletrônico de estabilidade e de tração, o que aumenta a sensação de segurança em curvas e em alta velocidade. Nenhuma das configurações apresentou rolagem na carroceria em todo o trecho percorrido (cerca de 200 km).

O novo EcoSport é um pouco maior do que a geração anterior em altura (1,69 metros) e entre-eixos (2,52 m), o que confere mais conforto aos passageiros. O comprimento (4,24 m) e a largura (2,05 m) não receberam grandes alterações. Os assentos permitem que todos fiquem à vontade dentro do carro, tanto quem senta na frente quanto atrás. Todos os equipamentos necessários ao motorista estão à mão e o computador de bordo é bastante intuitivo.

Imagem Divulgação

Porta-malas do EcoSport tem capacidade de 362 litros, enquanto o de seu rival Renault Duster tem 475 l
Confira a lista de preços do novo Ecosport:

  •  Ford EcoSport 1.6 S – R$ 53.490
  •  Ford EcoSport 1.6 SE – R$ 56.490
  •  Ford EcoSport 1.6 Freestyle – R$ 59.990
  •  Ford EcoSport 2.0 Freestyle – R$ 62.490
  •  Ford EcoSport 2.0 Titanium – R$ 70.190


Via: Zap Carros