Conheça os cuidados para fazer o seguro de seu carro

109

Todo ano o seu corretor entra em contato para renovar o seguro de seu veículo, porém a decisão não pode ser precipitada. Na maioria dos casos, o valor a ser desembolsado (apólice) em função dos dados veículo, como perfil do condutor e valor da franquia, deve ser avaliado com muito critério, pois nem sempre o menor valor será a melhor opção.

Imagem Divulgação

De acordo com o colunista, nem sempre o menor valor é o melhor seguro
A primeira dica é consultar seu prestador de serviços em funilaria e pintura e perguntar com quais companhias ele trabalha, muitas vezes você descobre que não pode usar sua oficina, pois ela não faz parte das empresas conveniadas.

A próxima dica é falar com parentes e amigos que já bateram o carro e verificar o grau de satisfação com os serviços prestados pela companhia de seguro. Veja se todos os itens listados pelo reparador foram aprovados pelo inspetor da companhia, algumas empresas não assumem todos os reparos necessários e tentam empurrar parte da conta para o assegurado, pergunte se o orçamento foi aprovado rapidamente.

A dica número três, em caso de sinistro, é confirmar com seu corretor se você tem direito a utilização de carro reserva.

A quarta dica é analisar os valores de cobertura nos veículos de terceiros, você pode ter o azar de bater em um desses carros de luxo que rodam pela cidade.

Nunca é demais alertar para que você conduza seu veículo dentro das normas do Código Nacional de Trânsito, pois aquele ?lanchinho? que o motoqueiro da companhia de seguro traz, pode se transformar em um relatório, negativando sua cobertura, caso você tenha cometido alguma infração de trânsito, como por exemplo, avançar um farol vermelho, trafegar na contra mão ou mesmo dirigir alcoolizado.

Boa viagem!

Tire suas dúvidas através do e-mail chevyautocenter@yahoo.com.br

Via: ZAP