Concorrente do VW Gol e Hyundai HB20, Chevrolet Onix parte de R$ 29.990

158
Imagem Divulgação

Chevrolet Onix chega às lojas em novembro (Fotos: Divulgação)
O carro mais vendido do Brasil, o Volkswagen Gol, pode começar a se preocupar. Além de ter ganhado um concorrente de peso este ano, o Hyundai HB20, agora também vai disputar a atenção do mercado dos hatchbacks com o novo Chevrolet Onix. O modelo tão aguardado da GM vai começar a ser vendido no Brasil em novembro, por preço que varia entre R$ 29.990 e R$ 41.990. De acordo com fontes da montadora, a versão sedã do Onix irá chegar no ano que vem.

Imagem Divulgação

Modelo com versão mais potente pode atingir os 180 km/h e chega de 0 a 100 km/h em 10,1 segundos
É certo que a Volkswagen quis renovar, trazendo o novo Gol em julho deste ano, a partir de R$ 27.990, e um modelo do mesmo carro com duas portas, por R$ 26.690, no Salão do Automóvel de São Paulo. A chegada do HB20, por R$ 31.995, também aquece este segmento, que fica ainda mais disputado com o Onix. A expectativa da GM é vender 12 mil unidades por mês.

A novidade da Chevrolet é fabricada no Brasil e está disponível em três versões e duas opções de motores. A LS, de entrada, é oferecida somente com propulsor 1.0, enquanto a topo de linha, a LTZ, traz sob o capô um trem de força de 1.4 l. A configuração intermediária, LT, é a única que pode vir equipada tanto com uma motorização quanto com a outra.

Imagem Divulgação

Chevrolet Onix vai enfrentar o Volkswagen Gol e Hyundai HB20
O modelo com motor 1.0 tem a mesma potência de 80 cv que o rival HB20 (quando abastecido com álcool), porém gera menos força que o concorrente, 9,8 kgfm a 5.200 rpm (o Hyundai com esta motorização tem 10,2 kgfm a 4.500 rotações de torque). Já o hatch 1.4 entrega 106 cv a 6.000 rpm (com etanol) e desenvolve 13,9 kgfm de torque.

Imagem Divulgação

Motor flex do Onix, de 4 cilindros em linha, é o SPE/4, que foi 100% desenvolvido pela montadora no Brasil
O Onix – que é o carro sucessor do Corsa – traz o mesmo câmbio manual de cinco velocidades do Cobalt, que, de acordo com a GM, recebeu poucas alterações para se adaptar ao tamanho e peso do hatch. Por enquanto, este é o único tipo de transmissão disponível para o compacto, mas a GM garante que a versão automática chegará no segundo trimestre de 2013.

Imagem Divulgação

Todas as três versões oferecidas (LS, LT e LTZ) trazem air bags frontais e freios ABS e EBD
Todas as configurações trazem, de fábrica, freios ABS, distribuição eletrônica de força de frenagem (EBD), air bags frontais, direção hidráulica e desembaçador de vidro. A versão intermediária conta ainda com alarme, banco do motorista com regulagem de altura, acionamento elétrico dos vidros dianteiros e das travas das portas, faróis dianteiros com máscara negra, lanternas traseiras com lentes escurecidas e assento traseiro bi-partido, entre outros.

Imagem Divulgação

Onix tem opção de personalização com adesivos
A versão mais completa oferece também, além dos itens que equipam a configuração LS e LT, ar condicionado, computador de bordo, retrovisor elétrico, faróis de neblina, Bluetooth e vidros traseiros elétricos. Esta configuração traz de fábrica o sistema multimídia MyLink, que é equipamento opcional na LT. Tal aparelho permite que o proprietário possa acessar através dele suas fotos, músicas, vídeos e aplicativos do celular.

Imagem Divulgação

Tanque de combustível tem capacidade de 54 litros
Quem adquirir o Onix terá a oportunidade de personalizá-lo com três kits de acessórios diferentes: Joy, Race e 24 Horas. De acordo com a montadora, o primeiro tem um estilo mais urbano, enquanto o segundo e terceiro reforçam a esportividade do carro. Além dos apliques que compõem estes pacotes, o comprador pode adquirir opcionais como retrovisor e capa da maçaneta cromados, faróis e lanternas esportivas, câmera de ré para o sistema MyLynk, sensor de estacionamento e muitos outros.

IMPRESSÕES AO DIRIGIR – Em um percurso de aproximadamente 150 km, testamos o modelo 1.4 na versão LTZ – experiência que foi bastante agradável. O carro se mostrou extremamente macio o tempo inteiro, tanto em trecho de estrada quanto urbano. A suspensão foi muito bem ajustada e o motor mostra que tem fôlego em ultrapassagens. Ele entrega seu torque sem desespero, com tranquilidade adequada para um carro desta categoria.

Imagem Divulgação

 

Tela de LCD de sete polegadas é touch screen

A transmissão de cinco marchas é impecável e deixa a direção ainda mais prazerosa. O engate é fácil e o motorista sente o carro responder rapidamente.  O modelo oferece material de qualidade e agradável ao toque tanto nos bancos quanto no painel.

Em relação ao porta-luvas, fica uma crítica. Além de muito pequeno, ele lembra o do Toyota Etios,que traz na tampa a abertura um espaço para a saída de ar. O botão para acionar os vidros elétricos da segunda fileira também está posicionado abaixo do que é convencional, mas é questão de costume para se adaptar. Outro detalhe que incomoda é o puxador das portas da frente, que também está localizado mais abaixo do que outros carros do segmento. O espaço do porta-malas é o mesmo do outro rival Fiat Palio, comportando 280 l. Apesar de ser apenas 5 l menor do que o do Gol, está alguns litros longe do tamanho do compartimento do HB20, que é de 300 l.

O capô mais curto favorece o visual do hatch. O carro que tem aproximadamente uma tonelada é bem distribuído em seus 3,93 metros de comprimento, 1,96 m de largura e 2,52 m de espaço entre os eixos. Por conta disso, o motorista e os passageiros têm espaço para se acomodarem confortavelmente nos bancos.

Confira os preços de cada versão:

LS 1.0 – R$ 29.990

LT 1.0 – R$ 31.690

LT 1.0 com sistema MyLink – R$ 32.890

LT 1.0 com ar condicionado – R$ 33.790

LT 1.0 com ar condicionado e sistema MyLink – R$ 34.990

LT 1.4 – R$ 35.290

LT 1.4 com sistema MyLink – R$ 36.490

LT 1.4 com ar condicionado – R$ 37.290

LT 1.4 com ar condicionado e sistema MyLink – R$ 38.490

LTZ 1.4 – R$ 41.990

* Viagem a convite da Chevrolet

Via: ZAP Carros