Dicas de como evitar riscos no uso do internet banking

58
Dicas de como evitar riscos no uso do internet banking

No ano passado, empresa de segurança identificou mais de 16 ataques virtuais voltados especificamente para usuários brasileiros de serviços bancários online.

Nas últimas semanas foram noticiados diversos ataques virtuais realizados pelo grupo de ciberativistas Anonymous, voltados especificamente a bancos brasileiros. Apesar de os ataques não terem sido direcionados aos usuários, o problema reacendeu a preocupação das pessoas em relação aos riscos a que estão expostas quando realizam transações no internet banking.

De acordo com pesquisadores da ESET, empresa de segurança online, a preocupação quanto à insegurança do internet banking não é infundada. Só no último ano, o laboratório da ESET na América Latina identificou mais de 16 ataques específicos a usuários de serviços bancários online no Brasil, boa parte deles voltados a roubar senhas e informações pessoais dos clientes.

“Assim como qualquer outra transação financeira, o uso do internet banking requer cuidados por parte dos usuários. Mas se as pessoas tomarem as medidas necessárias, dificilmente, elas serão vítimas de cibercriminosos”, destaca o country manager da ESET Brasil, Camilo Di Jorge. Confira abaixo algumas dicas de como os usuários de internet banking podem evitar o ataque de cibercriminosos:

  • Mantenha atualizado o antivírus do computador ou dispositivo móvel utilizado para acessar o internet banking.
  • Realize todas as atualizações do sistema operacional e do navegador de internet instalado na máquina usada para acessar o internet banking.
  • Caso seu banco forneça um aplicativo de segurança no internet banking, instale-o sempre na máquina utilizada para acessá-lo.
  • Só acesse páginas confiáveis. Antes de realizar qualquer transação na internet, verifique se o site possui mecanismos de criptografia, por meio do uso do protocolo HTTPS (localizado no início da URL).
  • Não clique em links de e-mails que supostamente sejam enviados pela instituição bancária, pois as mensagens podem ser falsas e conter phishing (forma de fraude eletrônica).
  • Utilize senhas consideradas fortes.

Via: Lemonblog