Taxa de embarque do aeroporto de Guarulhos pode ter reajuste de até 309% em horário de pico

363
Google Imagens

O governo definiu o reajuste das taxas de embarque dos principais aeroportos do país, que começa a valer no próximo dia 14 de março. Voos domésticos terão 5% de aumento, passando de R$ 19,62 para R$ 20,66. Já a tarifa dos voos internacionais vai subir 4,69%, subindo de R$ 64 para R$ 67.

As novas taxas vão variar conforme a classificação dos aeroportos, que são divididos em quatro categorias, segundo seu porte e movimento. Congonhas e Cumbica, em São Paulo, estão no grupo 1, junto dos aeroportos de Brasília, Curitiba, Florianópolis, Fortaleza, Maceió, Manaus, Natal, Porto Alegre, Recife, Galeão e Santos Dumont, no Rio, Salvador e São Luís.

De acordo com o Snea (Sindicato das Empresas Aéreas), o reajuste das tarifas deve ser repassado ao preço das passagens, devido ao encarecimento do custo da operação. Estes valores ainda serão calculados, empresa por empresa. Com as novas taxas, a Infraero espera um aumento de 10% em sua receita.

A Infraero afirmou que as novas tabelas de tarifas foram feitas para incentivar o uso dos aeroportos em horários de pouco movimento. Com a entrada em vigor da nova tabela, a Infraero espera conseguir um aumento de até 10% na receita anual.

Fonte: ACE