Guarulhos e região recebem diagnóstico de gestão

35
Google Imagens

Desde o ano passado, os consultores do Sebrae-SP estão visitando pequenas indústrias do setor metal-mecânico em Atibaia, Mairiporã e Guarulhos. A ideia é levantar as falhas na gestão e na produção, que emperram o desenvolvimento e a competitividade das MPE´s.

Vários pontos foram analisados, desde a qualidade das instalações, passando pela formação de mão-de-obra, à questão de planejamento estratégico, de médio e longo prazo.

“De modo geral, há 42% de potencial de melhoria na gestão do negócio e 53%, no que se refere à melhora da produção”, aponta Ulrich Treichl, consultor do SENAI, contratado pelo Sebrae-SP.
Após esse período de diagnóstico, os empresários estão sendo convidados a aderir ao “Projeto Setorial das Indústrias de Metal-Mecânica”, iniciativa do Sebrae-SP, por intermédio do Escritório Regional de Guarulhos, com apoio do CIESP e das prefeituras locais.

Os empresários que fizerem a adesão vão ter orientações sobre como corrigir as falhas,promover melhorias, implantar programas de qualidade da gestão e se aperfeiçoar tecnologicamente. A maior parte dos custos do programa será subsidiada pelo Sebrae-SP.

“A Copa do Mundo e a chegada do Trem de Alta Velocidade (TAV) a Guarulhos (o plano é que o trem ligue São Paulo ao Rio de Janeiro), por exemplo, vão abrir novas oportunidades na região. Os empresários precisam estar prontos para captá-las”, diz Cristiane Rebelato, gerente do Sebrae-SP em Guarulhos, responsável pelo projeto.

“Pequenas mudanças na postura do empreendedor e na gestão da produção já impactam, profundamente, no resultado”, explica Treichl. Entre as capacitações oferecidas, os empresários terão treinamento em programas de qualidade, como o 5S e o Six Sigma.

“No longo prazo, o plano é que os empreendedores atuem como núcleo setorial, organizados em um Arranjo Produtivo Local, de modo que possam realizar ações em conjunto”, explica Adalberto Burcci Nascimento, analista do Sebrae-SP e gestor do projeto.

Durante o lançamento do programa em Mairiporã, no último dia 31 de março, estiveram presentes empreendedores do local o prefeito e autoridades da cidade. “Quem fizer a adesão, com disposição para participar das atividades e aprender, com certeza vai evoluir”, comentou Antonio Shigueyuki Aiacyda, prefeito de Mairiporã.

No total, o programa completo tem 36 meses de duração. Os empresários interessados em aderir devem ligar para (11) 2440-1009.

FONTE: SEBRAE/SP