Fórum Municipal de Trânsito reforça sobre a segurança na mobilidade em vias públicas

137
Foto: Silvio J Siqueira/ PMG

Mais de 200 pessoas participaram do 1º Fórum Municipal de Educação para o Trânsito e Mobilidade, realizado nesta sexta-feira (26) no Hotel Matiz. A iniciativa foi organizada pela Secretaria de Transportes e Trânsito, por meio da Escola Pública de Trânsito (EPT).

O objetivo da ação, que contou com palestras de especialistas envolvidos com o tema, foi consolidar conceitos e principalmente ações voltadas à circulação segura em vias públicas

O fórum integra a Década Mundial de Ações de Segurança no Trânsito, promovida pela Organização das Nações Unidas (ONU), que visa construir e fortalecer uma rede social para a divulgação de assuntos voltados à segurança e novas posturas de movimentação pelos espaços públicos, de modo a garantir o direito de ir e vir dos cidadãos.

As apresentações foram divididas em dois eixos. No primeiro, intitulado Saúde Urbana, houve a participação do pesquisador do Núcleo de Estudos da Violência (NEV/USP), Marcelo Nery, do sociólogo Victor Pavarino, ligado à Organização Panamericana da Saúde (OPAS) e à Organização Mundial de Saúde (OMS), e de Marli Araújo, representando a Secretaria de Meio Ambiente. Nesse bloco foram debatidas a influência do sistema de trânsito na qualidade de vida, com destaque para o meio ambiente, e as consequências ocasionadas pelos acidentes na área da saúde.

O segundo eixo, com o tema Educação para o Trânsito e Mobilidade, servirá para analisar estudos e propostas destinados aos jovens, que são protagonistas e vítimas da maioria dos acidentes de trânsito. Para tanto, haverá palestras do mestre em Sociologia e especialista em Segurança no Trânsito, Eduardo Biavati, que é membro titular da Câmara Temática de Educação e Cidadania do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), além do chefe da 1ª Delegacia da Polícia Rodoviária Federal, Márcio Pontes, e de Nery Nice Osmondes Travassos, representando a Secretaria Municipal de Educação.

Impressões

“Iniciativas como esse fórum são de vital importância por envolver diversos setores, além daqueles considerados mais tradicionais. Como exemplo, podemos destacar os especialistas da área da saúde que vimos aqui”, afirmou Victor Pavarino.

A mesma opinião é compartilhada por Eduardo Biavati: “Julgo essencial a realização de um evento desse porte, que serve para mostrar que um assunto como esse não é simples e deve ser analisado sob diversas ópticas. Não se trata de um tema restrito somente ao trânsito, mas sim de uma questão de saúde, de justiça social.”

O 1º Fórum Municipal de Educação para o Trânsito e Mobilidade teve ainda uma apresentação teatral a respeito de segurança no trânsito, promovida pelo Grupo Bocca.
Segundo levantamento da OMS, os acidentes de trânsito provocam, anualmente, a morte de cerca de 1,3 milhão de pessoas e deixam entre 20 e 50 milhões de feridos em todo o mundo. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, cerca de seis crianças morrem por dia no Brasil vítimas do trânsito. Somente nas rodovias federais, faleceram neste ano, até o momento, 6 mil pessoas em decorrência de acidentes.

Fonte: PMG