Guarulhos supera expectativas com mais de 2.500 árvores no 1º Megaplantio

947
Dia Mundial do Meio Ambiente
Imagem Divulgação

O 1º Megaplantio de Guarulhos superou as expectativas: a previsão inicial era de plantar em parceria com os voluntários cadastrados 1.000 mudas de árvores nativas em diversas regiões da cidade, mas o número chegou a 2.500.

A ação aconteceu neste domingo, 5 de junho, no Dia Mundial do Meio Ambiente.

Segundo o gestor da Secretaria de Meio Ambiente, Fábio Vieira, a mobilização social foi surpreendente. “A população participou ativamente do Megaplantio. No início tínhamos a previsão de cadastrar mil pessoas, mas o número de voluntários chegou a 2,5 mil, então aumentamos o número de árvores plantadas. Crianças, idosos, representantes de ONGs, igrejas e empresas participaram do plantio com satisfação e alegria”, afirmou. Esse sucesso  resultará na 2ª edição do Megaplantio em agosto, quando o Programa Ilhas Verdes completará três anos.

A ação contou com o apoio de diversos parceiros, entre eles: Dupont do Brasil, Rotary, Escoteiros, Colégio Almeida Gasparin, Lions Plásticos, Ancobrás, Mundial Logística, Cummins, Sesi, UnG, Senai, Eniac, FIG Vila Rosália, Colégio da Polícia Militar, Programa Oportunidade ao Jovem (POJ), Coordenadoria de Políticas para as Mulheres, Faculdade ESPA, Eaton Hydraulics, Igreja Brasil para Cristo, e Colégio Adventista.

Megaplantio e Ilhas Verdes

A iniciativa faz parte do Programa Ilhas Verdes (PIV), que utiliza a arborização como estratégia para redução das ilhas de calor urbanas. Regulamentado por legislação municipal em agosto de 2009, o PIV foi reconhecido como exemplo de política pública de combate ao aquecimento global pela Unesco. Desde sua implantação, Guarulhos ganhou aproximadamente 40 mil árvores.

Inédito, o PIV surgiu através de uma pesquisa sobre os mapas termais do município identificados via satélite pela Universidade de Guarulhos (UnG), com patrocínio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), e com o apoio da Secretaria de Meio Ambiente e da Reserva da Biosfera do Cinturão Verde.

O programa visa equilibrar as condições climáticas da cidade, utilizando medidas de arborização nos locais com maior incidência de calor. A elevação da temperatura, segundo a pesquisa, deve-se ao avanço da urbanização e à redução das áreas verdes.

A Prefeitura triplicou o número de árvores plantadas nos últimos dois anos. O plantio aumentou de 6.400, em 2008, para 22.000 mil árvores, em 2010.

Fonte: Prefeitura de Gaurulhos