Guarulhos lança Troféu Centenário para homenagear idosos com mais de 100

250
Imagem Divulgação
Imagem Divulgação

No dia 12 de dezembro a Prefeitura de Guarulhos vai homenagear todos os idosos com mais de 100 anos de idade. Trata-se do Troféu Centenário, que será lançado durante o Baile de Fim de Ano da Melhor Idade. A festa contará com um show para relembrar as músicas que fizeram sucesso nas décadas passadas. O baile será realizado a partir das 19 horas, no Clube Recreativo (rua Doutor Nilo Peçanha, 111 – Centro).

O desafio da Prefeitura é localizar esses idosos para fazer a homenagem. Portanto, se você conhece alguém com 100 anos ou mais, ligue para 2087-7439. O evento está sendo organizado pela Secretaria de Desenvolvimento e Assistência Social. Segundo o Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), os brasileiros estão vivendo mais. São, em média, 25 anos a mais do que na década de 60. Muitos hábitos mudaram em cinco décadas. Hoje, o número de brasileiros acima de 65 anos é três vezes maior do que há meio século. Em Guarulhos, mais de 70 idosos passaram dos 100 anos, no Brasil os centenários chegam a quase trinta mil.

O envelhecimento ativo é o melhor remédio para manter a vitalidade. Dona Judith de Macedo Elias sabe disso há tempos. Filha de portugueses, ela completou 100 anos em 12 de abril de 2013. “Sou aposentada, trabalhei por vários anos em tecelagem”. Em casa Judith fazia tricô e crochê e ainda criava porcos e galinhas. Um dos avanços que marcou sua história foi a chegada da televisão ao Brasil. “Quase ninguém tinha um aparelho de TV. Minha família conseguiu comprar um. As imagens eram em preto e branco. Televisão era muito cara, na época.” Dona de quatro casas no Itaim Paulista, Judith confessou emocionada que não se arrepende de nada, exceto de ter perdido uma gravidez de gêmeos após agressão do marido italiano com quem casou aos 18 anos. Ela foi casada por meio século, mas não teve filhos. Apesar de receber visitas freqüentes dos sobrinhos, preferiu morar no Lar Batuíra, entidade filantrópica que cuida de idosos. No local, onde mora há quatro anos, recebe cuidados diários, convive com outros idosos, e mantém laços de amizade. Nas horas vagas aproveita para conversar com uma amiga e assistir TV. Segundo ela, alguns idosos ainda namoram, “eles até brigam”, conta.

Leonildo dos Santos vai completar 108 anos em 21 de dezembro. Nasceu em Jequié, na Bahia, e mora em Guarulhos desde 1984. Foi casado durante 64 anos com Maria Galvão Santos, falecida há mais de 20 anos. O casal teve 12 filhos biológicos (sete mulheres e cinco homens) e outros cinco adotivos, além de 30 netos, 42 bisnetos e 11 tataranetos (e há mais um a caminho). “Mulher é a melhor coisa do mundo”. Na Bahia, é dono de fazenda. Depois se mudou para Belém do Pará, até chegar a Guarulhos, há 29 anos. Leonildo é corintiano. Ficou muito abalado com a morte de um dos filhos, médico psiquiatra, ocorrida há sete anos. À época, o filho tinha 57 anos. Atualmente o idoso vive na casa de Ana Maria Galvão Santos, de 52 anos, é uma de suas filhas adotivas. Apesar de algumas dificuldades de audição, comuns na idade, Leonildo tem boa saúde. Um dos problemas mais graves que enfrentou foi com a próstata, a qual operou e desenvolveu incontinência urinária. Leonildo toca violão, gosta de festa e principalmente de dançar forró e baião. Ele chegou a compor algumas músicas, entre elas uma para a mulher.

Serviço

Data: 12/12/2013
Endereço: rua Doutor Nilo Peçanha, 111 – Centro

Via: Maxpress