Prefeitura realiza oficina de estudos sobre o Plano Diretor de Resíduos

46
Foto: Zaca Oliveira

A Secretaria de Serviços Públicos realiza nesta terça-feira, dia 13, uma oficina de estudos que discutirá o Plano Diretor de Resíduos da cidade. O evento, que contará com a presença do jornalista Washington Novaes, será realizado das 8 às 17 horas, no Centro Adamastor.

Redução da geração de lixo; coleta seletiva de resíduos secos e úmidos; inclusão social de catadores com geração de renda; disponibilização de equipamentos públicos para a captação de resíduos volumosos e entulhos da construção civil e demolição são alguns dos temas que serão abordados no evento.

“Queremos, com essa oficina, possibilitar a participação de toda a sociedade na definição dos rumos de um dos temas mais polêmicos da atualidade: o consumo sustentável e a responsabilidade socioambiental”, explica a secretária de Serviços Públicos de Guarulhos, Maria Helena Ribeiro. Para a secretária, o envolvimento da população de forma planejada, organizada e constante em todo o processo, desde o diagnóstico e o planejamento até a implantação e operação dos serviços, é fundamental para o sucesso do plano.

Palestrantes
O jornalista Washington Novaes será um dos palestrantes do evento. Reconhecido por seu trabalho com temas ligados ao meio ambiente e culturas indígenas, ele é colunista dos jornais O Estado de S. Paulo e O Popular, além de consultor de jornalismo da TV Cultura.

A oficina terá ainda a participação da catadora de materiais recicláveis Maria das Graças Marçal. Dona Geralda, como é conhecida, participou de solenidade na Organização das Nações Unidas (ONU) sobre a luta dos catadores de materiais recicláveis no Brasil.

Além das palestras, que serão realizadas pela manhã, haverá oficinas sobre cinco temas: Resíduos da Construção Civil e da Demolição, Resíduos dos Serviços de Saúde, Resíduos Sólidos Domiciliares Secos, Resíduos Sólidos Domiciliares Úmidos e Resíduos Especiais e Industriais.

O que é
O plano diretor de resíduos regulamenta o manejo dos resíduos sólidos gerados, transformados ou destinados no município, bem como as responsabilidades dos diversos agentes atuantes no ciclo de processamento dos materiais.

Guarulhos já desenvolveu planos diretores para abastecimento de água, para o esgoto sanitário e para o manejo das águas pluviais. Todos são exigidos pela Lei Nacional de Saneamento Básico.

FONTE: Prefeitura de Guarulhos