Neste domingo a Rua do Samba terá a Unidos do Peruche como destaque

141
Imagem Divulgação

A rua Ana Cardoso de Santana, no Macedo (próxima ao viaduto Cidade de Guarulhos), abre espaço neste domingo, dia 30, a partir das 14 horas, para mais um projeto Rua do Samba, que nesta edição terá como destaque a Ala Show da Escola de Samba Unidos do Peruche. O evento, que contará com a estreia da Corte Oficial do Carnaval 2011, terá também apresentações musicais dos grupos Colégio do Pagode e Mesa de Bar.

A Ala Show da Unidos do Peruche levará para a Rua do Samba a bateria Rolo Compressor. O G.R.C.E.S. Unidos do Peruche é uma das mais tradicionais escolas de samba da cidade de São Paulo, criada na década de 50, a partir de um grupo de amigos que participavam da escola de samba Lavapés.

Outras atrações
Com quase 26 anos de carreira e um repertório repleto de sambas atuais e tradicionais, o Colégio do Pagode toca e canta o que o ritmo tem de melhor. O grupo apresenta canções próprias e reverencia grandes compositores como Cartola, Adoniran Barbosa, Paulinho da Viola, Martinho da Vila e Jorge Aragão, além de interpretar sucessos dos grupos Revelação e Exaltasamba. Na formação, Messias (cavaquinho), Aldo (violão), Jorge (vocal e reco-reco), Rafael (percussão), Thiago (pandeiro) e Wagner (tantã).

Já o Mesa de Bar é um dos mais antigos de Guarulhos, ainda em atividade. O grupo foi formado na década de 70 pelo saudoso Bizoca. O sambista tocava cavaquinho e banjo e era um exímio compositor e, apesar da voz rouca, quando cantava impressionava. O mestre deixou sua marca e os músicos Sérgio, Marco, José Roberto, Rafael, Maurinho e Natal dão continuidade ao seu legado.
Além das atrações musicais, o local contará com brinquedos para a criançada.

Rua do Samba
A Rua do Samba foi idealizada pela Liga Independente das Escolas de Samba e Blocos Carnavalescos de Guarulhos (Liesg), com o apoio da Secretaria Municipal de Cultura. A atividade, que chega a sua quinta edição tem por objetivo o resgate, a preservação, a promoção e a divulgação do samba; bem como prestar uma justa homenagem a todos aqueles que lutaram, lutam e continuarão lutando em prol da cultura popular.

A Rua do Samba promove a cada mês um encontro de todos aqueles que apreciam música de qualidade, tocada e cantada por quem entende do assunto e por quem tem história.