Seleção Brasileira tem amistoso contra a França nesta quarta-feira

179
Google Imagens

Mano Menezes foi o escolhido para treinar a seleção até a Copa do Mundo de 2014, no Brasil, e tem um longo caminho até lá. A trajetória até o momento tem um balanço positivo, apesar da derrota para a Argentina no último amistoso. E justamente para não trocar isso por um início de pressão, a equipe busca um bom resultado diante da França, às 18h (de Brasília) desta quarta-feira, no Stade de France, em Saint-Denis (arredores de Paris).

É o segundo clássico seguido do time de Mano. Para piorar, o adversário é um verdadeiro carrasco do Brasil. Os franceses já conseguiram derrubar três técnicos com triunfos em Copas do Mundo: Telê Santana caiu em 1986, Zagallo ficou sem o cargo ao ser vice em 1998 e Carlos Alberto Parreira não resistiu ao fracasso de 2006.

Tudo o que Mano não quer é ver as cobranças aumentarem já no seu quinto amistoso à frente da seleção, antes mesmo de sua primeira competição oficial (a Copa América acontece em julho, na Argentina). Ele não está ameaçado de demissão tão cedo, mas outra derrota pode criar um clima de desconfiança.

E neste ano ele ainda terá pela frente Holanda (em junho) e Alemanha (em agosto). “Existe um risco maior, mas é um risco que precisa ser enfrentado. Só assim teremos um parâmetro real ao final da temporada”, argumentou.

Quando perdeu para a Argentina por 1 a 0, em novembro, Mano culpou a falta de experiência pelo gol marcado por Messi aos 47min do segundo tempo. Para evitar novos problemas, ele chamou sete remanescentes da Copa do Mundo de 2010 para encarar a França, um recorde em seu início de trabalho.

A grande novidade foi Julio Cesar. O goleiro de 31 anos retorna já com status de titular para o amistoso desta quarta. Daniel Alves, Thiago Silva, Robinho, Ramires, Gomes e Luisão são os demais presentes na queda nas quartas de final na África do Sul, após a derrota por 2 a 1 para a Holanda.

O amistoso desta quarta-feira acontece no Stade de France, mesmo palco da derrota brasileira na final da Copa de 1998. Nenhum jogador do atual elenco estava presente. Os titulares de hoje, em sua maioria, eram crianças na época.

A França também passa por uma reformulação depois do fiasco histórico na última Copa, quando a equipe foi eliminada na primeira fase, jogadores boicotaram treinos e houve brigas entre elenco e comissão técnica. Laurent Blanc assumiu o comando e a missão de recolocar o país em destaque no futebol mundial.

Depois de duas derrotas no início, Blanc conseguiu recuperar a França e chega ao amistoso embalado por quatro vitórias, sendo três pelas eliminatórias da Euro-2012 e a última, por 2 a 1, sobre a tradicional Inglaterra, em amistoso disputado no novo Wembley, em Londres.

“Nosso espírito é de reviravolta [após a Copa]. Temos muitos jogadores novos e temos que continuar como nas últimas partidas, quanto tivemos boas atuações. O Brasil tem os melhores jogadores do mundo, mas também temos nossas qualidades e queremos nos impor aqui”, avisou o lateral-direito Sagna.

FRANÇA X BRASIL

Data: 9/2/2011 (quarta-feira)
Local: Stade de France, em Paris (França)
Horário: 18h (de Brasília)
Árbitro: Wolfgang Stark (Alemanha)
Auxiliares: Jan-Hendrik Salver e Detlef Scheppe (ambos da Alemanha)
Transmissão: Globo e Sportv

França
Lloris; Sagna, Rami, Mexes e Abidal; Diarra, M’Vila, Gourcuff e Malouda; Menez e Benzema
Técnico: Laurent Blanc

Brasil
Julio Cesar; Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz e André Santos; Lucas, Elias, Hernanes e Renato Augusto; Robinho e Alexandre Pato
Técnico: Mano Menezes

FONTE: UOL