Defensoria Pública abre 24 vagas de estágio em Guarulhos

107
Google Imagens

A Defensoria Pública de São Paulo abriu prazo de inscrições para a seleção de estagiários de direito que atuarão na Capital, região metropolitana e interior do Estado. No total, são 233 vagas oferecidas. Para tomar posse, o estudante aprovado no concurso público deve estar regularmente matriculado a partir do penúltimo ano do curso de graduação em Direito. A prova deve acontecer no dia 26/9, no turno da manhã, e as inscrições podem ser feitas até as 17h de 14/9. O valor da bolsa de estudos será de R$ 671,6.

As vagas estão distribuídas entre as unidades da Capital (106), Guarulhos (24) e cidades do interior e litoral (106). Na Capital, há ainda vagas em cadastro de reserva. No interior, há vagas em Piracicaba (25), Campinas (18), Registro (11), Avaré (10), São José dos Campos (6), São Carlos (4), Jaú (3), Jundiaí (1), Taubaté (1) e Sorocaba (1). Também há vagas destinadas a cadastro de reserva para a unidade da Defensoria em Araraquara. No litoral, estão disponibilizadas 23 vagas para Guarujá e há vagas em cadastro de reserva para Santos e São Vicente.

A prova será composta de questões de múltipla-escolha e o conteúdo abrange as disciplinas de Direito Constitucional, Direito Civil, Direito Penal, Direito Processual Civil, Direito Processual Penal, Princípios Institucionais e Fundamentos de atuação da Defensoria Pública. A seleção conta também com avaliação de títulos.

Para se inscrever, o candidato deve preencher a ficha de inscrição disponível no portal da Defensoria Pública e entregar o documento pessoalmente ou por procuração na unidade da Defensoria onde pretende atuar (endereços disponíveis no edital). A ficha deve ser entregue entre às 10h de 30/8 e 17h de 14/9. Não há cobrança de taxa de inscrição.

O estágio na Defensoria Pública conta como título nos concursos de ingresso na carreira de Defensor Público, como serviço público relevante e como prática forense.

Mais informações estão disponíveis na página do concurso no portal da Defensoria na internet.

FONTE: Defensoria Pública de São Paulo