Unifesp está entre as 500 melhores Universidades do Mundo

22
Google Imagens

O ministro da Educação, Fernando Haddad, informou nesta sexta-feira, 19, que a Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) foi inserida no ranking das 500 melhores instituições universitárias do mundo, divulgado esta semana pela Universidade de Jiao Tong, na China. O ranking Acadêmico de Universidades Mundiais (ARWU, sigla em inglês) é publicado anualmente. O número de professores, prêmios e artigos publicados em revistas científicas são alguns dos indicadores de qualidade avaliados pelo estudo.

Haddad disse que este fato já é o resultado da política do governo federal de apoio às universidades e aos institutos federais. “Com efeito, dobramos o número de vagas, criamos mais de 120 câmpus universitários e interiorizamos o ensino superior”, disse o ministro.

O ministro lembrou que a presença federal em São Paulo historicamente sempre foi pífia. “Havia a Escola Paulista de Medicina e a escola de engenharia de São Carlos. Nada mais. Hoje, há três universidades – a Unifesp, a UFABC (Federal do ABC) e a Ufscar (Federal de São Carlos), com diversos câmpus, e o Instituto Federal de São Paulo, que em 2003 possuía duas unidades, uma na capital e outra em Cubatão. Agora serão 37 campus e mais de 40 mil alunos.”

Especificamente sobre o Vale do Paraíba, Haddad lembrou que, além da nova escola que surgirá no prédio doado pela Petrobrás, o Instituto Federal tem campus em Caraguatatuba, no Litoral Norte, e Campos do Jordão, na Mantiqueira. Também serão ministrados cursos em Aparecida do Norte e em breve será inaugurado o novo campus de Jacareí. “Nossa ação objetiva é trazer a São Paulo as ações do Governo Federal que prosperam nos outros estados da União”, concluiu.

Haddad, que está em São José dos Campos, a 100 quilômetros de São Paulo, para receber um prédio onde funcionará o novo campus do Instituto Federal de São Paulo, lembrou ainda que a Unifesp também possui um câmpus na cidade. “Estamos agora estudando uma forma de ampliá-lo. Da mesma forma que fomos para Guarulhos, Osasco, Embu das Artes e Santos, vamos procurar crescer aqui no Vale do Paraíba.”

Fonte: Portal MEC