Confira a Programação da Mostra de Artes Cênicas de Guarulhos 2013

264
Imagem Divulgação
Imagem Divulgação

De 4 a 27 de outubro, a Secretaria de Cultura realizará a Mostra de Artes Cênicas de Guarulhos – MAC/2013, no Teatro Adamastor Centro. A atividade tem como objetivo mapear e divulgar a produção em artes cênicas na cidade, além de oferecer apresentações gratuitas a públicos de todas as idades. Esta edição conta com a apresentação de mais de 40 espetáculos e intervenções de grupos guarulhenses, além de convidados.

Endereço: Adamastor centro (Veja o endereço)
Informações: 2087-4175. Confira a programação a seguir:

4 / sexta
Cabaré do Avesso – Engenho Teatral (espetáculo convidado)
Cabaré do Avesso é um espetáculo com cenas independentes e variadas,
que une teatro, música, bonecos, poesia e muita irreverência para representar
algumas relações dessa gracinha de pessoa, o “indivíduo”, glória divina
do neoliberalismo. Drama. 80 min. Classificação:14 anos
20h

5 / sábado
Intervenção incidendal
ThabZ feat. … sere!amar – Thabata Garcia
Intervenção de cantoria e declamação cuja intenção é a poesia na relação
com o outro. Apresentações incidentais que poderão ocorrer a qualquer
tempo durante a MAC, nos intervalos entre os espetáculos. 5 min. Classificação
Livre.

Floresta do Raio Vermelho – Cena Livre.com
Um burrinho foge da cidade por motivos de maus-tratos e se depara com
uma floresta repleta de problemas. Infantil. 60 min. Classificação: Livre.
14h

Romeu e Julieta – Cia. Rirônicos
Um recorte cênico do famoso Romeu e Julieta de Willian Shakespeare. Comédia.
20 min. Classificação: 12 anos
16h

A vida de Dona Flor – Cia MBF – Cia. Mario Bombassei Filho
Para salvar o casamento, uma mulher resolve fazer uma simpatia. Mas o
feitiço não funciona e o marido, outrora amoroso, torna-se um homem
agressivo. Drama. 30 min. Classificação: 16 anos.
17h

Circo Los Xerebas – Cia. Los Xerebas
Um circo conduzido por três palhaços que apresentam números cômicos,
jogos de improvisação e reprises tradicionais. Um espetáculo para todas as
idades, em que o público é convidado a participar de sua construção. Espetáculo
de variedades e improvisações. 60 min. Classificação: Livre.
17h30

Fatos Consumados – C.U.C.A. (Consciente Urbano Coletivo Artístico)
Um sem-teto salva uma mulher de se afogar. Solitários, passam a ocupar
juntos um terreno baldio. A seguir, uma tragédia é anunciada por um adivinho
e um homem autoritário, responsável pelo lugar, ameaça expulsar o
casal a todo o custo. Drama. 60 min. Classificação: 14 anos.
18h

Festa popular – Cena Livre.com
Baseado em literatura de cordel, o grupo narra a história de uma jovem
disputada por dois cavalheiros, que em meio às trevas tentam conquistar o
coração da moça. Comédia. 20 min. Classificação: Livre.
19h30

Os Fuzis da Sra. Carrar – Cia Centopéicos
Em tempos de guerra, um jovem decide ir aos campos de batalha e morre
inocentemente. Indignada, sua mãe vai à linha de frente da guerra para
vingar sua morte. Drama. 60 min. Classificação: 12 anos.
20h

6 / Domingo
O Santo Inquérito – Boca
Baseado no texto de Dias Gomes, o espetáculo narra a história de Branca
Dias, moça ingênua e pura, que após salvar um padre de um afogamento
passa a ser acusada de bruxaria pela Inquisição. Drama. 15 min. Classificação:
12 anos.
13h30

Tem casamento no cangaço – Revirando o Baú
A história do amor de Lampião e Maria Bonita narrada a partir do momento
em que eles se conheceram. Comédia. 25 min. Classificação Livre.
14h30

O Menino que roubava o tempo – Cia. Bandacos de Teatro Musical
Esta é uma história sobre um pequeno que queria ser grande. Um Peter
Pan do avesso que queria crescer depressa e uma tribo de seres que aprenderam
a contar histórias e que mantêm vivas as chamas dos mitos que
contam. O espetáculo combina uma seleção de músicas autorais e arranjos
de trechos de diversos artistas com coreografia, contação de histórias e
atuação teatral. Infantil. 60 min. Classificação: Livre.
16h

Mamma Mia! – Cia. De Teatro Musical Tatiana Gurgel
Musical baseado nas canções do grupo Abba. Conta a história de Sophie,
uma garota prestes a se casar, que vive com a mãe, Donna, na Grécia, e
que não conhece seu pai. Ao encontrar o diário da mãe, descobre que ela
teve um relacionamento com três homens diferentes, e que pode ser filha
de qualquer um dos três. Resolve, então, convidá-los para o casamento e
tentar descobrir quem é seu verdadeiro pai. Teatro musical. 150 min. Classificação:
Livre.
19h

Imagem Divulgação
Imagem Divulgação

11 / sexta
The Ratos – Cia. Variante
Bruke e Burguer são dois ratos que, cansados das vassouradas, elaboram planos
para melhorar de vida. No decorrer das aventuras, se deparam com um
coelho da Páscoa e uma menina mimada. Infantil. 50 min. Classificação: Livre
20h

12 / sábado
A Coruja e a Águia
A mãe coruja está muito alegre com a chegada de seus filhotes, mas se
entristece quando lembra que pode perdê-los, pois existe um animal misterioso
que devora as aves bebês assim que estas nascem. Infantil. 30 min.
Classificação Livre.
11h30

O Patinho Feio – Grupo Teatral Quinta Maravilha
Mãe Pata Alegre choca seus ovos e se prepara para a chegada de seus
filhotes, mas se decepciona quando um dos filhotes nasce diferente. Ela o
discrimina e tenta “consertá-lo”, até que o patinho vai embora e sofre mais
decepções pelo caminho. Infantil. 40 min. Classificação Livre.
14h

O despertar da Primavera – Art Theater
Musical que aborda o despertar da adolescência em jovens do fim do século
XIX. Drama. 50 min. 12 anos.
16h

Um lago, dois cisnes – Cia. Khalina Aymelek
Baseado na peça original de Tchaikovsky, narra a história de Odette, uma
moça frágil e submissa que vive um relacionamento infeliz com o cantor
Rothbart, que encanta todas as mulheres. Enquanto dançava em um lago,
Odette conhece Siegfried, que, apaixonado, promete fazê-la feliz e livrá-la
do trauma do relacionamento anterior. Mas o frágil relacionamento não resiste
à sedutora Odille. A coreografia propõe uma análise psicológica sobre
a dinâmica de relacionamentos como este. Dança Oriental Cênica. 40 min.
Classificação: 14 anos.
18h

Na Vitrine – Verso Cia de Dança (Espetáculo Convidado)
Chegar à exposição, observar, ir embora. Na Vitrine expõe corpos-obra e
obras-corpo. O espetáculo é um ato do público e dos artistas que transitam
entre imagens e molduras. Espetáculo de Dança Contemporânea, que
propõe a criação de diálogo direto com o lugar – site specific -, e com o
público, fazendo o uso da técnica de improviso em dança. A coreografia
se desenvolve a partir da imagem criada pelos intérpretes, colocados no
espaço entre a vitrine e as obras expostas. Dança. 45min. Classificação:
12 anos.
19h

A farsa da Boa Preguiça – Doutores do Riso Curativo
Mesmo em consideração ao título não chega necessariamente a ser uma
farsa, por conta de seu apelo moral e religioso. O riso é provocado pela linguagem
informal da feira e da praça pública e que remete à cultura popular
medieval e à carnavalização, por meio de personagens estereotipadas. Comédia.
60 min. Classificação: 12 anos
20h

13 / domingo
Floresta Encantada – Oficina Teatral Casarte
Ághata é uma bruxa boa que mora na Floresta Encantada e adora cuidar do
meio ambiente, porém um bruxo malvado arma planos para tomar conta da
floresta e destruir a natureza. Será que ele vai conseguir? Infantil. 50 min.
Classificação Livre.
11h30

Quem é inteligente faz o mundo diferente – Cia das Fajutas Mulheres
Com uma barata vilã, um rato herói e uma garota muito esperta, o espetáculo
enfoca a necessidade da preservação ambiental e a discussão sobre o
lixo de forma lúdica. Infantil. 50 min. Classificação: Livre.
14h

O auto da compadecida – Teatrando
A obra de Ariano Suassuna conta a história de João Grilo e Chicó, dois
amigos que viviam mentindo, trapaceando e enrolando os moradores da
cidade de Taperoá. Um belo dia, João Grilo morre e o destino de sua alma
é julgado por Emanuel, ou Jesus como conhecemos, e pelo Diabo. Para se
salvar, ele recorre à intervenção de Nossa Senhora e vive uma surpreendente
ressurreição. Comédia. 40 min. Classificação: 12 anos.
16h

Quimera – Grupo LOUPT- Loucos Por Teatro
Num universo tão vasto como o da mente humana, o que é realidade e o
que é fantasia? O que é loucura? O que é lucidez? Existem respostas para
estas questões? O espetáculo propõe ao público reflexões sobre amor, loucura,
lucidez e questões que atormentam o homem. Uma história de amor
diferente. Onde começa a loucura? Onde termina a lucidez? Drama. 50 min.
Classificação: 12 anos.
18h

Só porque não somos iguais – Grupo Boca
O palco do teatro do colégio Centaurus está sendo preparado para uma
apresentação. Antes da peça, alunos, pais e funcionários se envolvem em
questão relacionada à homoafetividade e ao bullying. São duas histórias
diferentes que, embora entrelaçadas por preconceitos, são muitos presentes
e humanas. Contudo, a peça levanta a questão: a Idade Média ainda não
acabou? Drama. 60 min. Classificação: 16 anos.
20h

19 / sábado
Os saltimbancos – Cia Nó
Texto de Chico Buarque que conta a história de quatro animais que desabafam
suas dificuldades na vida com seus donos. Uma crítica social em
relação à ditadura e diferenças sociais no Brasil, porém contada de maneira
lúdica. Infantil. 40 min. Classificação: Livre.
15h

O poder do futuro – Unique
Ano 2000. Ocorre o apocalipse e quase todos os seres são dizimados, restando
algumas pessoas. Os negros se unem e tomam o controle da situação,
fazendo alguns prisioneiros. Encontram um sobrevivente que anseia por liberdade,
levantando uma revolução contra o louco comandante que governa o
mundo com sua grande arma. Drama. 80 min. Classificação: 14 anos.
17h

Só – Núcleo EXTEDOE e Núcleo Cênico Os 4 (Espetáculo Convidado)
Parceria entre os dois núcleos de dança e teatro, o monólogo “Só”, criado
em 2007, surgiu das experiências do artista João Marcos Bargas. Com enfoque
em uma dramaturgia do corpo, o intérprete transforma seus sentimentos
em movimentos e mescla artes plásticas e cênicas em uma abordagem
contemporânea. Espetáculo contemplado pelo FunCultura. Dança-Teatro.
30 min. Classificação: 14 anos.
19h

Guerra – Cia. Meios & Fins
Recortes de músicas e poemas com tematização em torno da problemática
da fome. Drama. 10 min. Classificação: Livre.
19h45

Por que eu? – Cia. Teatral Apolo e Dionísio
Três órfãos, sem trabalho, sem comida… Mas esta não é uma história triste.
Certamente, você vai se divertir com estes irmãos que querem se dar bem.
A única coisa que não querem é trabalhar. Comédia. 50 min. Classificação:
12 anos.
20h30

20 / domingo
Lampião e Maria Bonita – Teatro Mix
O texto traz a história do rei do cangaço, a partir de seu primeiro encontro
com Maria Bonita de forma tragicômica e irreverente. Tragicomédia. 25 min.
Classificação: Livre.
14h

Existo – Cia Sm Rumo
Uma história sobre pessoas que buscam o sentido da vida por meio de
monólogos filosóficos e que suscitam a reflexão do público. Drama. 25 min.
Classificação: Livre.
16h

Quem é ninguém? – Cia. Teatral Playmobilles
Uma adaptação do “Auto da Lusitânia”, de Gil Vicente, que retrata a humanidade
arrogante, prepotente, corrupta e sem consciência de seus erros.
Comédia dramática. 45 min. Classificação: 14 anos.
18h

O Bem Amado – Cia. Grito
Personagens caricatos e populares participam do texto de Dias Gomes.
Uma comédia que retrata os desmandos do poder e a sua manipulação.
Comédia. 20 min. Classificação: Livre.
19h

Guizos – Cia. Experiência O Teatro do Excluído
Narrativa dos seis meses de uma conturbada relação entre um médico e
um menino de 9 anos, a peça fala sobre os desgastes cotidianos e sobre
a loucura. Drama. 40 min. Classificação: 18 anos. Público limitado a 35
pessoas.
19h30

Filhos do Desprezo – Cia. Os Outros
Inspirado em fatos reais, Filhos do Desprezo conta a história de um crime
ocorrido em Guarulhos. Drama. 50 min. Classificação: 16 anos.
20h

25 / sexta
O Mambembe – Cia. Mater Amabilis
É a história de uma companhia teatral que viaja pelo interior do país, enfrentando
todo o tipo de dificuldade para realizar seus espetáculos e atrair
público. A peça, uma espécie de hino de amor ao teatro, apresenta, com
muita graça, o enredo centrado nas personagens Laudelina, mocinha que
deseja ser atriz, e Frazão, o empresário do grupo mambembe. Comédia.
Duração: 90 min. Classificação: 12 anos.
20h

26 / sábado
A mendiga – Cia. Lanterna Teatro
Em uma noite de Natal, uma mulher de classe média alta é surpreendida
por uma mendiga que por três vezes seguidas bate à sua porta em busca
de comida. Drama. 40 min. Classificação Livre.
14h

“No último andar é mais bonito: é lá que eu quero morar” – Cia.
Dorcelina
Exercício cênico criado coletivamente a partir da apropriação lúdica do poema
de Cecília Meireles, “O último andar”. Infantil. 20 min. Classificação:
Livre.
15h30

Jó e Thamar – Grupo de Teatro Cristão Ágape
A peça retrata o cruzamento das histórias de Jó e Thamar. Tem por temática
a resiliência cristã por meio da fé em Deus frente a situações desesperadoras
como a perda de entes queridos, destruição de bens materiais, doenças
graves e estupro. Drama. Duração: 30 min. Classificação: 14 anos.
16h

Sob os limites da insanidade – Cia. Insano Movimento
Uma bailarina, completamente perdida em seus vícios, sequestrada no auge
do sucesso: uma bomba prestes a explodir e a por um fim em tudo e a
insanidade de um amor. Drama. 80 min. Classificação: 12 anos
17h30

Atravessamos: a história de Sofia – Teatro La casa del perro (espetáculo
convidado)
Há momentos na vida que devemos atravessar. Nós, encharcadas de fronteiras
e de abismos internos, cedo ou tarde somos chamadas a empreender
a viajem levando as histórias, feridas e fortalezas de nossas antepassadas.
Esta, também, é a história de Sofia, uma mulher que como muitas outras,
atravessa o deserto para voltar ao “lar”. No caminho, descobrirá que a
única coisa que pode devolver-lhe a valentia e dar-lhe fortaleza para vencer
é a voz desses contos antigos que revivem cada vez que alguém necessita
escutá-los. Baseado em contos da tradição oral de distintos cantos do mundo.
Tragédia. 60 min. Classificação: 14 anos. Idioma: Espanhol.
19h

Guizos – Cia. Experiência O Teatro do Excluído
Narrativa dos seis meses de uma conturbada relação entre um médico e
um menino de 9 anos, a peça fala sobre os desgastes cotidianos e sobre
a loucura. – Drama. 40 min. Classificação: 18 anos. Público limitado a 35
pessoas.
19h30

Código da Vinci – Cia. Centopéicos
A intervenção narra o aparecimento e a queda de Lúcifer. Após sua queda,
surge o rei dos apóstolos, que oferece o seu alimento que rejeita; mas
mesmo após sua rejeição ele é levado. Drama. 20 min. Classificação: Livre.
20h

Os Filhos da Dita – Cia. Arlequins (espetáculo convidado)
Ambientado no período da Ditadura Militar no Brasil, o espetáculo visa a
permitir ao “indivíduo” sentir que é real o preceito de que é o Homem que
constrói a sua história, e não fortalecer a afirmação que a História acabou e
que vivemos no melhor dos mundos possíveis é nosso objetivo.
20h30

27 / domingo
O Palhacinho e a Rosa – Baú de Luz
Um palhacinho triste, chorando, senta-se em um canto de um jardim e encontra
uma rosa falante que diz a ele sobre todo o encanto da natureza: e
assim a história se desenrola. Infantil. 45 min. Classifi cação Livre.
14h

Tipo… Família! – Grupo Arte Anônima
Será mesmo que família é tudo igual? O espetáculo mostra a irreverência
de uma família para lá de diferente: um casal que enfrenta a rotina do casamento
de forma bastante ácida, com fi lhos e genro nada convencionais.
Comédia. 60 min. Classifi cação: 14 anos.
16h

Sequestro – Sotero Cia. de Teatro
Espetáculo que retrata uma mulher sequestrada de seus valores, representando
a humanidade contemporânea violada de seus direitos e sem consciência
de que está aprisionada. Mas quem poderá libertá-la? O sistema?
Monólogo / Drama. 35 min. Classifi cação: 18 anos.
17h

A Consulta – Trupe Zoé
Uma viúva se sente doente e decide ir ao médico, porém ao se enganar,
erra a porta e acaba entrando no consultório de um advogado, por quem
se apaixona. A descoberta de uma mentira e de um amor à primeira vista,
a juventude afl orada e uma paixão proibida. Drama. 40 min. Classifi cação:
12 anos.
18h

A Cobra vai Fumar – TUOV Teatro Popular União e Olho Vivo (espetáculo
convidado)
A partir de relatos de ex-pracinhas da Força Expedicionária Brasileira, que
combateu em Monte Castelo e outras regiões da Itália na Segunda Guerra
Mundial, o Olho Vivo conta, em forma de fragmentos, um pouco de um
passado ainda presente. Como se a memória teimasse em esquecer e lembrar…
Teatro de Rua.
19h

Via: Prefeitura de Guarulhos