Ciet é responsável por 78% das colocações em 2012

103
Imagem Divulgação
Imagem Divulgação

De acordo com os dados divulgados pelo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), do Ministério do Trabalho e Emprego, a cidade de Guarulhos gerou 6.473 novos postos de trabalho em 2012. Deste total, o Centro Integrado de Emprego, Trabalho e Renda (Ciet), da Secretaria do Trabalho, foi responsável por intermediar 5.038 dessas colocações, o que representa mais de 78%. O total de vagas captadas no período, ou seja, aquelas oferecidas pelas empresas de Guarulhos aos trabalhadores por meio do Ciet, foi de 20.829.

Na comparação entre o número de colocações no mercado formal de trabalho e a oferta de vagas, o percentual é de 24,19%. Ainda segundo os dados, o mês de março foi o que obteve o maior número de vagas captadas, com 2.066. O mês de janeiro foi recordista de colocações, com 658.

No ano passado, a ocupação “Alimentador de Linha de Produção” permaneceu com um bom desempenho no ranking de ofertas de vagas, correspondendo ao total de 14% das colocações realizadas em 2012. A maioria das ofertas de vagas foi composta por ocupações ligadas aos setores da indústria de transformação, prestação de serviços e comércio.

Maioria dos trabalhadores tem 2º grau completo

Com relação ao grau de escolaridade dos trabalhadores inseridos no mercado formal de trabalho pelo Ciet em 2012, a grande maioria (cerca de 64% do total) é composta por aqueles que possuem o 2° grau completo. Apenas 6% dos trabalhadores colocados possuem formação em nível superior (completo ou incompleto).

O percentual de homens colocados pelo Ciet no ano passado foi inferior ao total de homens inseridos no mercado formal de trabalho em Guarulhos. Os trabalhadores inseridos pela agência pública de emprego, tanto do sexo masculino quanto do feminino, representam 50% das ocupações. Já a média de inserção de trabalhadores do sexo masculino no município foi de aproximadamente 64%.

Em relação aos que foram colocados no mercado de trabalho pelo Ciet, segundo critérios de raça/etnia, há uma elevação no percentual dos trabalhadores que se declararam pardos (cerca de 50%). Apenas 5% ainda omitem a declaração de raça.

Em 2012, foram inseridos pelo Ciet 62 trabalhadores portadores de deficiência na seguinte proporção: física, 63%; mental, 8%; múltipla, 2%; visual, 6%; e auditiva, 21%.

Crise mundial
Em 2012, foram emitidas 9.966 carteiras de trabalho, um aumento de 30% em relação ao número de emissões feitas em 2011. Por sua vez, foram realizadas 24.268 solicitações de seguro-desemprego no período, o que representa um aumento de 84% em relação ao ano anterior, seguindo a tendência do aumento de demissões verificada pelo Caged, em função dos efeitos da crise econômica mundial.

Via: Prefeitura de Guarulhos