Campeão mundial de boxe luta neste sábado no Thomeozão

182
Imagem Divulgação
Imagem Divulgação

Pantera Clayton, vencedor no ringue e na vida, luta neste sábado (12) no Thomeozão, às 19 horas, com entrada gratuita. Pode até soar como clichê definir o boxeador Anderson Clayton dos Santos, o Pantera, como vencedor na vida. Mas é difícil encontrar expressão mais apropriada para definir esse atleta que, literalmente, já sentiu na pele o que de pior o mundo pode oferecer a quem desde criança não pôde contar com o apoio da família e muito menos da sociedade.

Numa reviravolta digna de novela, após passar por orfanatos, educandários e amargar quatro anos na antiga Febem, atual Fundação Casa, Pantera conheceu o boxe e hoje ostenta, entre outros, o título de Campeão Mundial de Boxe, categoria peso médio ligeiro (154 libras ou 69,85 kg) pela Boxe pela World Boxe Federation (WBF), uma das mais respeitadas entidades reguladoras do boxe mundial.

Meio tímido, o boxeador fica sem jeito diante de elogios. “A força dele e o talento para o boxe são naturais. Ele nasceu pra isso”, diz o treinador Jeferson Luiz de Sousa Alves, da Coliseu Boxe Center, onde Pantera mora e treina desde os 18 anos de idade, e também onde sua reabilitação foi realizada. “Aqui não é só o boxe, tem o exemplo das pessoas. Essas novas referências fazem a gente se espelhar no que é bom e desejar ser campeão no esporte e na vida”, diz Pantera.

Às 19 horas, deste sábado, dia 12, Pantera sobe no ringue e entrará em ação no ginásio Thomeozão, no Bom Clima, para defender o cinturão conquistado em abril, em Argenteuil, na França. O desafio foi proposto pelo desafiante argentino Dario Puchetta, campeão intercontinental pela World Pugilism Commission (WPC). “O adversário é forte e tem muitas qualidades, mas estou confiante e espero surpreendê-lo”, finaliza o brasileiro.

Quem quiser assistir ao confronto dos campeões, basta comparecer ao Thomeozão que fica na avenida João Bernardo de Medeiros, 508.

Via: Prefeitura de Guarulhos