Oito dicas para manter a elegância no ambiente de trabalho

40
Google Imagens

A maneira como vestimos é importante não só no ambiente de trabalho, como também em todos os ambientes que freqüentamos. Já falamos em outras oportunidades sobre esse tema, porém nunca é demais lembrar e saber de mais algumas dicas.
Não quero aqui generalizar, mas alguns homens não dão a devida importante para esse quesito moda, diferentemente das mulheres que são mais detalhistas e vaidosas.

Não estou dizendo que alguns de nós não somos vaidosos e não sabemos vestir. O fato e o que em alguns momentos estamos sempre pedindo a opinião para as mulheres , ou elas mesmas dão a sua opinião de como  realizar uma melhor  combinação de nossas  roupas.
Michelle Achkar , comenta o seguinte a respeito desse assunto da elegância masculina e vejam algumas dicas importantes para não fazer feio e errar no  visual no seu trabalho.

O desinteresse pela moda, no entanto, não significa que os homens não estejam preocupados em passar uma boa impressão. “Vejo pelo meu trabalho de consultor de imagem que a cada dia mais homens me procuram preocupados com a imagem que transmitem aos outros.

Lembrando que muitos falam da boca para fora que não se preocupam, mas não desgrudam de revistas e sites relacionadas à moda e à imagem! Puro machismo”, afirmou Alexandre Taleb, consultor de Imagem e personal stylist, membro da AICI – USA – Association of Image Consultants International.
Para garantir esse resultado, vejam essas oito  dicas essenciais para não fazer feio no quesito elegância durante o trabalho:

01) Renovar as peças

Se você não gosta de fazer compras e sente-se desconfortável na presença de vendedores de lojas, saiba que a cada temporada é preciso apenas renovar alguns itens do guarda-roupa para evitar ir ao trabalho com roupas ou acessórios desgastados.

Não se preocupar com o veste deve passar longe do desleixo. “O certo é adquirir algumas peças para renovar. Geralmente casacos e peças pesadas duram mais, mas as camisas, camisetas e calças, dependendo do uso semanal, depois de uma estação, podem ser renovadas”, disse Alexandre.
Quanto aos sapatos, alguns modelos marrons acabam até ficando interessantes com o uso, mas o preto deve ser trocado sempre, pois quando desgastado fica horrível.

02) Fuja do rebanho

Pode parecer mais fácil seguir combinações de cores usadas pelos demais homens do escritório. Não é raro ver grupos inteiros com a mesma cor de camisa e, até mesmo, de gravata.

Apesar de a moda masculina mudar em detalhes sutis, tente pensar em combinações novas de tons. “Isso acaba demonstrando falta de informação com insegurança. Alguns homens têm medo de se destacar no grupo e parecer um peixe fora d’água”, afirmou o consultor.

03) Não é bicho de 7 cabeças

Segundo Alexandre, 100% dos seus clientes falam que não sabem se vestir. A queixa geral é a de que não sabem combinar sapato, meia, calça e cinto para o trabalho. Aí vale perder cinco minutos para se olhar no espelho, coletar informações com a companheira, colegas de trabalho e de outras áreas sobre o que sua imagem pessoal transmite e depois sair em busca das peças certas.

O trabalho do consultor de imagem também é importante e pode ser a solução. Os extremos, homens muito altos e muitos baixos, por exemplo, provavelmente devem precisar fazer ajustes nas roupas ou mandar fazer sob medida.

04) Erro grave

Diferente das mulheres, muitos homens parecem não se importar com detalhes que podem estragar a elegância, como uma calça com marca de ferro, meias com aspecto envelhecido e cintos e sapatos gastos.

Além disso, um aspecto imperdoável que compromete a elegância é a combinação errada da cor da calça e dos sapatos. Alexandre Taleb explica como acertar. É muito simples: a meia deve ser sempre da cor do sapato. Ou seja, meia preta sempre com sapato preto.

05) Azul e cinza

“O que mais vejo no dia a dia e está totalmente errado são homens usando costume azul-marinho ou cinza com sapato preto!”, diz o consultor. Esses tons devem ser combinados com sapatos e meias marrom-escuros, num tom próximo ao do café.

É simples: Calça ou costume azul-marinho e cinza deve ser usado com sapato, meia e cinto marrom-café. Calça ou costume preto deve ser usado com sapato, meia e cinto preto.

06) Sem costume

Homens que não precisam usar costume (calça e paletó), para trabalhar, mas que ainda necessitam de um visual formal, não podem abrir mão da camisa social. Para eles, o consultor recomenda calça social reta com a perna mais estreita e camisa slim fit, mais ajustada ao corpo, mas sem estar apertada.

“Dá um ar muito elegante e moderno ao visual”, afirmou. “Se estiver um pouco frio, uma malha do tipo suéter fininha jogada nas costas. Lembrando de combinar o tom certo do sapato em relação à calça!”.

07) Escolhendo a cor certa

Um dos pontos do trabalho do consultor de imagem é o da análise de cores, que tem como objetivo selecionar as tonalidades de cores que mais valorizam o cliente. As escolhidas são aquelas que realçam a coloração pessoal.

“Usando a cor errada dá um ar caído, triste e até desbotado e, em alguns casos, aumentam olheiras e imperfeições da pele”, explica Taleb. A análise é extremamente pessoal e leva em conta as características dos cabelos, peles e outros elementos.

Em geral, homens com cabelos escuros e pele morena clara ficam melhores com roupas de tons escuros, o que ajuda a atenuar olheiras, se elas existirem.

08) Azul

Uma das cores preferidas dos homens para a camisa, o azul, também tem suas restrições. “Uma pessoa com cabelo escuro e pele morena clara não fica bem com tonalidades claras de azul, como o azul-bebê, que deixa a pele com aspecto opaco”, afirmou Alexandre.

Fonte: Administradores