Conheça os alimentos que turbinam a rotina de trabalho

91
Google Imagens

O que você coloca no prato pode ser a chave para o seu sucesso na carreira profissional. Duas nutricionistas indicam os melhores alimentos para se sair bem das 9h às 18h

Seu trabalho exige decisões rápidas? Você precisa ser criativa 24 horas por dia? Se não estiver com pique total, não dá conta do expediente? Pois o que coloca no prato pode ser a chave para o seu sucesso na carreira. Duas nutricionistas indicam os melhores alimentos para se sair bem das 9 às 6:

Músculos a toda prova

Para quem dá o resultado – Personal trainer, fotógrafa, vendedora de loja…

Se o seu trabalho exige cada músculo do corpo, você precisa de alimentos que deem disposição, como os ricos em carboidratos. E de proteínas, para manter a musculatura acordada. Evite refeições fartas para facilitar a digestão. “Tenha à mão lanches como cookie integral. São os tais carboidratos complexos, que liberam energia aos poucos”, diz a nutricionista Ligia Henriques.

No cardápio:

· Edamame – Rico em fibras, carboidratos, proteínas e vitamina C, mix potente para quem precisa de energia. “E tem a vantagem de não desregular os níveis de colesterol”, diz a nutricionista Elaine Rocha de Pádua. Assim como a soja, possui antioxidantes que preservam a saúde das células, e tem mais vantagens: maior concentração de fibras, melhor textura e sabor. “Os grãos ainda verdes do edamame são digeridos mais facilmente e precisam de menos de tempo de cozimento em relação à soja”, afirma Elaine.

· Chia – Ótima fonte de proteína, essencial para os músculos. Só perde para a carne vermelha. Ganha da aveia, do amaranto, da quinua e do arroz. Também é rica em ácidos graxos ômega 3 e 6, em fitoesteróis, nutrientes e compostos ativos com ação antioxidante. “Por tudo isso, pesquisas têm mostrado que ela ajuda a controlar o peso e os níveis de glicemia”, diz Elaine. A dose: 1 colher (sopa) ao dia.

· Tainha – Esse peixe barato e brasileiro é rico em ômega 3, que fornece energia de qualidade. “Além de proteína, possui essa gordura benéfica, que dá pique e de quebra ajuda a combater doenças cardiovasculares e diabetes”, diz Elaine.

· Acerola – A vitamina C dá adeus à canseira.

Mente a mil por hora

Para quem dá o resultado – Advogada, secretária, executiva…

Segundo Ligia, quem exerce funções que pedem raciocínio rápido necessita de itens que aumentem a concentração, como peixes e ovos (um, cozido ou mexido, turbina os neurotransmissores que ativam a memória). Outro fator importante é controlar o stress.

No cardápio:

· Gérmen de trigo – Fonte de magnésio, que transforma o triptofano presente no trigo em serotonina e mantém você bem-humorada. Vale incrementar vitaminas e frutas. Outra opção de consumo é comer pão feito com ele. Melhor o integral, que por ser rico em fibras tem absorção lenta, prolongando a saciedade e evitando que a fome volte rapidamente – sintoma associado aos baixos níveis de serotonina. “Coma um pão francês ou duas fatias de pão de fôrma”, afirma Elaine.

· Mirtilo – Os antioxidantes dessa frutinha ajudam a melhorar a memória! Além disso, ela tem baixo índice glicêmico e efeito antioxidante. Também é rica em vitaminas A, C, E e nas do complexo B, potássio, manganês e zinco, que turbinam as funções cerebrais.

· Semente de abóbora – Excelente fonte de triptofano, sacia a fome, é calmante e melhora o humor. Salpique em cima da salada ou do arroz.

· Alface – Não coma só as folhas, aproveite também os talos e o coração. “É nessa região que se concentram altas doses de lactucina, que diminui a irritação causada pelo stress”, diz Elaine.

· Caju – Vitamina C deixa a agilidade mental tinindo.

· Grão-de-bico e feijão azuki – Fontes de triptofano, ajudam na produção da serotonina, diminuindo a ansiedade e o stress.

Muuuita Criatividade

Para quem dá o resultado – Estilista, arquiteta, publicitária…

Trabalha em áreas que exigem criatividade, não tem horário para comer e leva uma vida agitada? Pois precisa caprichar também na composição do prato. Ligia recomenda abusar dos alimentos coloridos. “Busque texturas diversas e itens que demandem formas diferentes na hora de serem ingeridos: fruta inteira às mordidas, carne picada para comer com o garfo, banana amassada que requer colher.”

No cardápio:

· Abacate – Rico em vitamina E e gorduras monoinsaturadas, importantes nas funções cerebrais. Contém um fitoquímico chamado beta-sitosterol que regula os níveis de cortisol (responsável pelo aumento de gordura abdominal). “Como é bem calórico, o indicado é comer cerca de 1 colher (sopa) por dia. Até ajuda a emagrecer”, afirma Elaine.

· Castanha-do-Pará – As oleaginosas são ideais para dar energia. Ricas em ácidos graxos mono e poli-insaturados, ótimas fontes de proteína vegetal, fibras, vitamina E, ácido fólico, cálcio, ferro, potássio, zinco, selênio e fitoquímicos, como o resveratrol, auxiliam na perda de peso, pois ativam o metabolismo da queima de gorduras. E elas mantêm a glicemia (o nível de açúcar no sangue) estável por mais de duas horas, garantindo saciedade e atuando como moderadoras de apetite. “O ideal é comer de seis a oito unidades ao dia”, diz Elaine.

· Cereja: Fonte de antocianinas, é boa para a memória, para dormir bem e acordar disposta para criar.

· Azeite de oliva, óleo de canola – Segundo Ligia, os ácidos graxos monoinsaturados integram a membrana das células nervosas e aceleram a transmissão de informação entre elas.

· Ostra – Frutos do mar contêm minerais que otimizam o funcionamento do sistema nervoso.

De olho nos detalhes

Para quem dá o resultado – Esteticista, dentista, enfermeira…

Profissionais que precisam enxergar minúcias têm que estar tranquilas e felizes. Só assim podem ficar 100% atentas. São essenciais alimentos que regulem a conexão entre as células nervosas e influenciem o sistema cognitivo, como os vegetais com folhas verde-escuras. Os cereais integrais também são importantes, pois colaboram para que a troca de informações entre os neurônios ocorra bem.

No cardápio?

· Espinafre, rúcula, agrião, couve- manteiga – Como são ricas em magnésio, potássio, fosfato e vitaminas A, C e do complexo B, essas folhas têm ação antidepressiva. Além disso, por ter ácido fólico, ajudam a manter o sistema nervoso tranquilo.

· Camomila – Tem ação tranquilizante e sedativa. As pequenas e delicadas flores dessa plantinha concentram potentes óleos voláteis responsáveis pelos efeitos anti-inflamatórios, antissépticos, sedativos e antiespasmódicos. Eles atuam acalmando os músculos e nervos internos, deixando a mão absolutamente firme e precisa.

· Maracujá doce – Essa fruta deliciosa previne o cansaço. Além disso, é fonte de vitamina C, que auxilia na melhora do sistema imunológico, ativando as defesas do organismo. “Mas, para desfrutar de tudo que ela tem, coma também as sementes”, diz Elaine.

· Café – Perfeito para os momentos em que é preciso manter a concentração. Só não exagere na quantidade, pois a cafeína é estimulante do sistema nervoso central, o que pode deixá-la mais ansiosa e até trêmula ao longo do dia. “Três xícaras é a cota diária máxima indicada”, diz Elaine.

· Leite – A caseína do leite e seus derivados é ótima aliada para ajudar no relaxamento.

Via: MdeMulher