Programa capacita líderes de comunidade no Projeto “Mulheres da Paz”

20
Google Imagens

Nesta sexta-feira, dia 27, às 14 horas, a Prefeitura realiza o lançamento do Projeto Mulheres da Paz, no auditório do Teatro da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), nos Pimentas. A iniciativa é fruto de parcerias do município com a Secretaria Estadual de Segurança Pública e o Ministério da Justiça, através do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci).

Foram selecionadas nas Casas da Mulher Clara Maria do Pimentas e do Haroldo Veloso  200 mulheres, líderes femininas nas suas comunidades, que durante um ano receberão formação em cidadania e serão capacitadas por uma equipe multidicisplinar nas áreas de direitos humanos, Estatuto da Criança e do Adolescente, Lei Maria da Penha, inclusão digital, mediação de conflito, relações de gênero e de igualdade, entre outras. As mulheres selecionadas trabalharão em média 12 horas por semana e poderão realizar o seu trabalho em horários que não atrapalhem as atividades cotidianas de cada uma.

O objetivo do Projeto Mulheres da Paz é usar a sensibilidade e a força da mulher para identificar jovens em situação de conflito – meninos e meninas de 15 a 24 anos –, reintegrá-los à sociedade por meio de ações sociais, e mediar a paz.

Atuação

O trabalho das Mulheres da Paz será acompanhado por uma equipe multidisciplinar composta por profissionais de psicologia, pedagogia e assistência social, que ajudará no encaminhamento de soluções nas questões envolvendo jovens em situação de conflito.

Cada participante terá uma meta anual a cumprir. Elas farão visitas domiciliares, promoverão reuniões e palestras temáticas relacionadas à violência urbana e doméstica, discutirão e proporão conjuntamente com a comunidade ações que possam ajudar no combate e na prevenção da violência urbana e doméstica, garantindo assim que os conflitos sejam resolvidos através do diálogo, com o restabelecimento da paz na sua comunidade. (Continue lendo)

FONTE: PMG