O Ciesp Guarulhos está com nova diretoria

55
Nova diretoria do Ciesp Guarulhos
Imagem Divulgação

O Ciep realizou na última segunda feira (11), as eleições para a diretoria que dirigirá as Entidades até 2015. A inscrição de chapa única mostrou a união do setor.

Luiz Carlos Teodoro foi eleito o Diretor titular da Entidade, Maurício Collin, 1º Vice Diretor e Antonio Roberto Marchiori, 2º Vice Diretor.

Na sede, Paulo Skaf, atual presidente das entidades FIESP/CIESP, concorreu a seu segundo mandato de quatro anos à frente das duas Entidades.

O Ciesp Guarulhos, assim como a sede e as outras regionais iniciou o processo eleitoral às 9h30 encerrando a votação às 17h e, em seguida, deu-se início a apuração.

Depois do término de todo o processo eleitoral a diretoria eleita concedeu uma entrevista coletiva onde ressaltou dois pontos fundamentais de trabalho para o próximo mandato. Estes projetos são encarados pela Entidade como os desafios para os próximos quatro anos.

O primeiro pilar é o Projeto Inovação, cuja meta é oferecer suporte para que 1000 empresas se tornem inovadoras nos próximos três anos. As regionais estarão sintonizadas com a Sede nesse projeto. Com base nas discussões travadas na 24ª Convenção Anual da Entidade, realizada em abril de 2010, foi decidido priorizar o tema “inovação como fator de competitividade da indústria” e aplicar ações para envolver e auxiliar os empresários na busca por sua concretização.

O segundo pilar é o Plano Estratégico 2020, o qual deverá contemplar ações de curto, médio e longo prazo. A proposta é pensar globalmente e agir localmente. O objetivo para os próximos 10 anos é identificar o comportamento da cadeia produtiva nas regiões do estado de São Paulo, bem como os fatores que poderiam influenciar mudanças nas vocações produtivas, principalmente em municípios paulistas limítrofes aos estados que oferecem benefícios fiscais para a instalação de indústrias. Esse projeto se debruçará também sobre a questão Ásia, mais precisamente a concorrência desleal que as empresas brasileiras vêm sofrendo da China. O Ciesp irá trabalhar sobre a construção de cenários e definir um papel importante para a Entidade nesse contexto. Segundo o diretor titular eleito, Luis Carlos Teodoro, o conselho estratégico da entidade levantará um estudo apontando o que é importante o País produzir. “ A China tem baixo custo, é difícil competir com esse mercado, mas nosso papel é mostrar alternativas”, finalizou Teodoro.

Fonte: Ciesp Guarulhos