Espaço em Guarulhos incentiva vida mais saudável e sustentável

18
Imagem Divulgação

A Prefeitura de Guarulhos, por meio da Coordenadoria do Fundo Social de Solidariedade e da Secretaria de Meio Ambiente, entregou neste sábado (31) o primeiro Centro de Referência em Terapias Naturais e Sustentabilidade Integral, no parque Júlio Fracalanza, que fica na rua Joaquim Miranda, 471, Vila Augusta. No espaço serão realizadas atividades que visam incentivar as pessoas a adquirirem um ritmo de vida mais saudável, além de promover a adoção de medidas autossustentáveis para os centros urbanos.

Uma extensa programação marcou a inauguração. Os presentes contaram com feira de artesanato e de doação de animais, massagens terapêuticas, oficinas ecológicas e doação de mudas de árvores. As crianças também ganharam contação de histórias, brincadeiras, desenhos, cantinho de leitura e recreação.Além disso, o comitê da Campanha Nacional pelo Desarmamento plantou no parque uma árvore para simbolizar as 422 armas entregues na cidade desde maio de 2011. Período no qual foi lançada a iniciativa na cidade.

Na oportunidade, o prefeito Sebastião Almeida destacou a importância do projeto. “Vamos continuar investindo em equipamentos que melhorem a qualidade de vida das pessoas, que muitas vezes sequer conseguem fazer uma reflexão mais profunda sobre seu próprio cotidiano. Isso precisa mudar para que possamos deixar uma cidade melhor aos nossos filhos e netos”, afirmou o prefeito.

A coordenadora do Fundo Social, Genilda Bernardes, ressaltou que, além de promover medidas de desenvolvimento sustentável, o parque vai cuidar do bem-estar das pessoas por meio das terapias naturais. “Nós sabemos os resultados dessas práticas na vida dos munícipes. Muitos encontram a cura para males como depressão, síndrome do pânico, sinusite, entre outros. Não tenho dúvida que criamos um espaço que será referência no nosso País no que se refere à qualidade de vida”, concluiu.

Já estão disponíveis para a população, com agendamento pelo telefone 2408-1366, os serviços gratuitos que eram realizados no Centro de Terapias Naturais e Complementares, como massagem expressas e relaxantes, acupuntura, auriculoterapia, shantala (massagens em bebês), florais, práticas de yoga e tai chi chuan. Além dos cursos de Terapias Floral e Oriental, Massoterapia, Reflexologia, Cromoterapia, Florais de Bach, Anatomia e Fisiologia e a Aromoterapia (que utiliza o perfume dos óleos essenciais para tratar doenças e proporcionar bem-estar geral).

Ainda este ano, o espaço ganhará uma biblioteca temática e um laboratório, onde serão oferecidas oficinas de captação de água das chuvas, energia solar, entre outras tecnologias verdes. Também serão realizados encontros periódicos do grupo que participa do Movimento Cidades em Transição. Presente em 31 países, a iniciativa foi criada pelo inglês Rob Hopkins com a finalidade de tornar as cidades mais autossustentáveis, através da diminuição do consumo de recursos naturais.

Via: Prefeitura de Guarulhos