Eufra Modesto apresenta Causos, cantigas e canções na Casa dos Cordéis

94
Imagem Divulgação

Quando Eufraudísio Modesto começa a contar um causo, o público, seja ele de jovens, crianças, adultos ou idosos, entra numa espécie de transe. Até o momento do ápice, quando eclode um imenso coro de gargalhadas.

Como um espírito que vem sem avisar, Eufra, sem dúvida, encarna um matuto. Suas mãos, sua face e sua expressão corporal revelam o grande artista que é, fascinando o público a cada movimento. Afinadíssima, sua voz de trovão é marca registrada. Acompanhada de seu violão, dá nova roupagem a músicas de Geraldo Azevedo, Zé Geraldo, Elomar Figueira, Vital Farias, Renato Teixeira, Luiz Gonzaga, Alceu Valença, Luis Vieira, e outros , encantando a platéia.

Qualquer que seja sua performance, estarão lá a música, a poesia, o teatro e um bocado de graça. Eufraudísio Modesto é nascido na Bahia e há 40 anos vive em São Paulo.

É músico, compositor, ator, cordelista, pesquisador da cultura popular e mestre de capoeira.

No show Causos, Cantigas e Canções, Eufra faz um resumo de sua trajetória, resgatando o grande valor da sabedoria popular com contos, causos, versos, trava-línguas, cantigas de roda, anedotas e música brasileira da melhor qualidade. No palco O artista tem em seu currículo as peças teatrais “A noiva do Condutor”,“Os Saltimbancos”, “O Grande Circo Místico”, “Caymmi: Lendas do Mar”, “Dos Festivais”, “A Era do Rádio”e “Os Afro-Sambas”, de Vinício de Moraes e Baden Powell, todas com o elenco do Coral Cênico da Unifesp, com apresentações nos SESC da Vila Mariana, Belenzinho, Pompéia e Santo Amaro, no Memorial da América Latina, Centro Cultural São Paulo, Teatro João Caetano, entre outros. Também participou das peças ”História do Brasil em Cena”, “Guerra Salva a Casa” e “Olhares de Iaiá”. Atualmente, Eufraudísio é Supervisor do Departamento de Artes e Cultura da Cidade de Várzea Paulista, interior de São Paulo, onde é protagonista no desenvolvimento de um trabalho não de resgate, mas de criação de uma identidade cultural para a cidade, que hoje vive um momento de real efervescência cultural, reconhecida e aplaudida dentro e fora da região.

Serviço

  • Data: 06 de Maio de 2012
  • Horário: as 16h00
  • Local: Casa dos Cordéis (veja o endereço)