Avon Contra o Câncer de Mama promove mobilização em Guarulhos

70
Google Imagens

Em comemoração ao mês mundial de conscientização sobre a doença, no dia 28, Avon Contra o Câncer de Mama mobiliza Guarulhos pela causa da detecção precoce. Revendedoras autônomas, Instituto Avon e parceiros na causa entram em ação em prol da saúde e bem-estar das mulheres com uma mensagem que salva vidas: câncer de mama tem cura e descobrir cedo é fundamental. A concentração será Praça dos Pimentas, localizada no bairro de Guarulhos que leva o mesmo nome, a partir das 15 horas.

Ali, uma equipe de revendedoras e gerentes da Avon vai promover uma caminhada com banners, distribuição de brindes, panfletos da campanha e conscientização da comunidade com o intuito de instruir a população sobre a importância do autoexame para a detecção precoce da doença.

E não pára por aí. Revendedoras autônomas Avon e parceiros aproveitarão o grande movimento do local e distribuirão leques e flyers com informações sobre o que toda mulher precisa saber a respeito do câncer de mama para proteger a própria vida e contribuir para compartilhar esta preciosa informação com outras mulheres.

Apenas 55% das brasileiras acreditam que podem desenvolver câncer de mama. Essa é uma das conclusões da Pesquisa Instituto Avon/Ipsos Percepções sobre o Câncer de Mama – mitos e verdades em relação à doença. Quando uma mulher acha que não corre o risco de desenvolver câncer de mama, ela acaba baixando a guarda dos cuidados necessários para a detecção precoce da doença: a realização concomitante de mamografia e exame clínico das mamas.

“Estamos muito orgulhosos das conquistas alcançadas pelo Instituto Avon com o apoio das mais de 1,1 milhão de revendedoras autônomas da marca. Nos últimos sete anos, já investimos R$ 25,9 milhões em projetos nacionais de saúde mamária, beneficiando quase 1,67 milhão de mulheres brasileiras”, diz Luis Felipe Miranda, presidente da Avon Brasil.

“Inauguramos dois centros hospitalares Instituto Avon – um em Barretos e outro em Salvador – doamos 25 mamógrafos e 22 aparelhos de ultrassom, contribuímos com a montagem de oito unidades móveis, dentre outras ações que possibilitaram a realização de aproximadamente 300 mil mamografias”, comemora.

Segundo o Inca (Instituto Nacional de Câncer), 49.240 novos casos de câncer de mama devem acometer as brasileiras em 2010. Embora seja considerado um câncer de bom prognóstico, trata-se da maior causa de morte entre as mulheres brasileiras, principalmente na faixa entre 40 e 69 anos, com mais de 11 mil mortes/ano, porque elas ou não realizam ou demoram para fazer seus exames regularmente. É importante ressaltar que em 60% dos casos, quando detectada, a doença já está em estágio avançado. A dra. Rita Dardes, mastologista e diretora médica do Instituto Avon, destaca que, “se diagnosticado precocemente, as chances para a cura do câncer de mama são de 95%.” “E os principais aliados para descobrir a doença em estágio inicial são o exame clínico das mamas, mamografias e ultrassonografias de acordo com a orientação médica”, completa.

Serviço

  • Data: 28/10/2010
  • Local: Praça dos Pimentas

FONTE: Instituto Avon