Laços Eternos de Zibia Gaspareto será apresentado no teatro Padre Bento

47
Laços Eternos no Teatro Padre Bento

Um espetáculo de Zibia Gaspareto

O espetáculo mais emocionante do Brasil “ Laços Eternos ”. A peça é uma adaptação de Annamaria Dias do romance psicografado por Zibia Gasparetto em 1977, e narra as peripécias amorosas de um grupo de personagens em diversas encarnações no século 18, na França, em Londrina e em São Paulo.

A beleza visual do cenário e o glamour do figurino estilizam uma narrativa lúdica, que convida à reflexão sobre os conflitos existentes nas relações humanas. O público se emociona muito e muitas vezes sai do teatro questionando os problemas de seus próprios relacionamentos. Laços Eternos não é um espetáculo restrito à espíritas. Mais que uma estória, a peça é uma lição de vida que faz com que o público reflita e entenda um pouco mais sobre sua convivência, muitas vezes difícil com os familiares, amigos e desafetos.

Sinopse

Nina com quinze anos, muito fraca, acaba adoecendo seriamente e morre.

Ao despertar no Plano Espiritual encontra Cordélio, seu mentor e amigo que vai lhe prestar uma grande ajuda.
Nina,não se conformando com a separação dos pais e irmãos,implora para voltar.

Na tentativa de confortar Nina, Cordélio lhe dá a chance de rever sua vida anterior, para que então ela possa compreender melhor sua atual estada no Plano Espiritual.

De volta ao século 18, no interior da França,mais exatamente no suntuoso castelo D`Ancour,a peça enfoca em “flash Back” o Conde, a Condessa e sua filha Geneviéve.

A Condessa apesar de muito rica e divinamente bela não era bem vista pelas damas da corte, já que tinha a fama de seduzir e manter encontros com os demais jovens e varões da sociedade.

Geneviéve, como a mãe, belíssima, cresceu e se casou com um nobre Marquês, com quem teve dois filhos.
Numa certa tarde, a Condessa é subitamente atacada por Lívia, a Baronesa de Varene.

Geneviéve acredita que Lívia está louca, mas a Condessa sabe que tem fundamento os ciúmes de Lívia, já que vinha mantendo encontros com seu marido, o Barão de Varene. Geneviéve fica viúva ainda muita moça.

Ela e o Barão de Varene, que também ficou viúvo se apaixonam e se casam.

A Condessa, a principio se revolta, mas sem poder revelar seus sentimentos em relação ao Barão, opta por apoiar o casamento, na esperança de rever suas antigas relações com o futuro genro.

O Barão mostra-se irredutível aos encantos e tentações da Condessa, que trama uma diabólica cilada contra ele, quando o barão é morto por uma facada desferida pelo Conde traído, na presença de Geneviéve e da Condessa,não tendo nem mesmo a chance de se defender.

Nina muito emocionada, no Plano Espiritual, percebe que o Conde D´Ancour é seu pai José na vida atual, a Condessa que D´Ancour é sua mãe Maria e o Barão é seu amado irmão Roque.

Na fazenda o tempo passa e Roque resolve tentar a vida na cidade grande, onde passa dez anos, e depois volta pra buscar a família. Aos poucos as coisas vão se encaixando.

Roque descobre que sua mãe está com uma doença incurável, ela vai passando por uma transformação física e espiritual.

Roque cuida da mãe até morte resgatando o sentimento de amor e respeito entre os dois.

Algum tempo depois dá-se a passagem de Roque para o Plano Espiritual. Como não podia deixar de ser, a iluminada figura de Nina lhe espera. O reencontro dos dois é emocionante fazendo transparecer os laços de amor.

Ficha Técnica

Duração : 110 Minutos
Classificação Etária: Livre
Autor: Obra de Zibia Gasparetto com Adaptação de Annamaria Dias
Direção: Annamaria Dias
Elenco: Fátima do Valle, Adson Phell, Alessandra Vitanis, Célio Wody, JB Oliveira, Julia Lopes, Juliana Manduca, Leandro Queiroz, Leandro Lira, Leon Cordeiro, Lia Pires, Roberto Trujillo, Rafaela Rodrigues, Tony Soares.

Serviço

  • Data: 19 de Novembro de 2011
  • Horário: às 18h00 e 20h00
  • Local: Teatro Padre Bento (Veja como chegar)