A Tradicional Biblioteca Monteiro Lobato completa 70 Anos

54
Google Imagens

A tradicional Biblioteca Monteiro Lobato (rua João Gonçalves, 439, Centro) completa neste mês 70 anos de existência. E para comemorar a data haverá apresentação da orquestra de baterias Batuke na Cozinha, da Escola de Música Nelson. O concerto acontece nesta quarta-feira, dia 10, às 15 horas, na praça João Ranali (em frente à biblioteca). Na oportunidade, serão distribuídos livros infantis.

Hoje, a “Monteiro Lobato” é a matriz do Sistema Municipal de Bibliotecas Públicas, que conta com 17 unidades, sendo cinco delas em parceria com a Secretaria de Educação e uma com o Meio Ambiente. Ela mantém também desde 2000, o Espaço Braille “Professora Alice Ribeiro”, uma referência na inclusão de deficientes visuais na cidade.

Batuke na Cozinha

A primeira orquestra de baterias de Guarulhos, coordenada pelo professor e coordenador do curso de bateria Marcelo Moraes. Em menos de um ano de existência, o Batuke na Cozinha já se apresentou na Expomusic e vem ganhando cada vez mais espaço no mercado musical. A orquestra conta com o apoio de empresas que apostam no sucesso do grupo.

Biblioteca Municipal Monteiro Lobato

Primeira biblioteca do sistema, a Monteiro Lobato foi inaugurada oficialmente em 10 de novembro de 1940, com o nome de Biblioteca Pública Municipal. Em 1955 foi criado o Setor Circulante para empréstimos de livros. Com o crescimento da cidade e consequentemente do número de usuários, foi construído um novo prédio, que passou a funcionar em 1968 e se mantém até hoje na Rua João Gonçalves. Naquela época, a seção infantil recebeu o nome de Monteiro Lobato. Dez anos depois, por meio do decreto 6344/78, a biblioteca passou a se chamar Biblioteca Municipal Monteiro Lobato.

Da década de 90 até os dias atuais, a Biblioteca Monteiro Lobato passou por várias mudanças.  Em 1994, deu inicio ao Sistema Municipal de Bibliotecas, com a criação da primeira Biblioteca Ramal em Vila Galvão “Paulo do Carmo Dias”; em 1996 foi ampliada e teve seu acervo aberto para consulta, passou por duas reformas; e em 2002 foi informatizada e teve seu acervo unificado.

Durante seus 70 anos de existência, propiciou pesquisa, informação e divertimento, através de seu acervo e dos diversos programas culturais que abrigou.

FONTE: PMG